Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Ricardo Galvão é uma das personalidades do ano da Nature

13 de dezembro de 2019
Por: Paulo Yokota | Seção: Ciência, Editoriais e Notícias | Tags: , ,

Um artigo de Giovana Girardi e Paloma Cotes do Estadão antecipam informações que seriam divulgadas na próxima semana informando que o ex-diretor do INPE, o cientista brasileiro Ricardo Galvão, foi incluído pela prestigiosa revista científica Nature como uma das pclip_image002ersonalidades do ano. Não decorreu da publicação de um artigo relevante, mas de sua firmeza em contrariar o governo brasileiro que, apesar das evidências científicas, atribuía o aumento dos incêndios na Amazônia a ação de algumas Ongs.

Ricardo Galvão, ex-presidente da INPE, contrariando o governo brasileiro, mostrou que havia evidências científicas sobre o aumento dos incêndios na Amazônia

Leia o restante desse texto »


Tecnologias 5G Aumentam Dúvidas nas Previsões Climáticas

24 de novembro de 2019
Por: Paulo Yokota | Seção: Ciência, Editoriais e Notícias | Tags: , , ,

Os novos avanços dos conhecimentos científicos atribuídos ao uso das novas tecnologias chamadas de 5G, informam que as dúvidas sobre as melhores previsões atualmente disponíveis podem conter maiores imprecisões. É o que consta do artigo publicado por Andrew Freedman no Washington Post, confirmando o que muitos desconfiavam.

clip_image002

Fotografia de um cyclone no Golfo do Alaska em 12 de novembro último, constante do artigo publicado no site do Washington Post, que vale a pena ser lido na íntegra

Leia o restante desse texto »


China Aumenta Substancialmente Pesquisas Agrícolas

18 de agosto de 2019
Por: Paulo Yokota | Seção: Ciência, Editoriais e Notícias, Tecnologia | Tags: , ,

Lamentavelmente, de forma diversa do que pensam os mal informados, a atividade agrícola depende do conjunto de muitos fatores, onde os climáticos têm grande importância. Os chineses, com sua longa história, estão conscientes que necessitam ampliar as suas pesquisas de ciências e tecnologias na agricultura, para dependerem menos dos fornecedores externos, principalmente quando ocorrem irregularidades climáticas, como secas e imageinundações. Eles estão programando o aumento de 60% dos recursos voltados para as pesquisas agrícolas até o final do próximo ano, visando reduzir os problemas como das secas, incluindo a produção de arroz, milho e trigo, produtos relevantes para a alimentação de sua gigantesca população, usando tecnologias avançadas.

Um drone espalhando fertilizantes nos campos de trigo em Daliuzhuang. Foto constante de um artigo publicado no site do China Daily

Leia o restante desse texto »