Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Japão na Redução dos Resíduos Plásticos

15 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , ,

imageUma matéria distribuída pela agência Kyodo está sendo publicada em diversos jornais, entre eles o The Japan Times, informando que o governo japonês estabeleceu uma meta de redução dos resíduos plásticos em 25% até 2030. Ainda que pareça modesta, aparenta que é, no mínimo, realística, podendo ser acelerada pela iniciativa privada com a pressão da opinião pública.

Em todo o mundo, os resíduos plásticos viraram uma calamidade que está poluindo o meio ambiente, havendo a necessidade de se estabelecer metas para a sua urgente redução

Leia o restante desse texto »


Dicionário de 1603 Japonês Português Encontrado no Brasil

12 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , , , ,

Num trabalho conjunto de Elza Atsuko Tashiro Perez,, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, com o professor Jun Shirai da Shinshu University do Japão, descobriu-se um exemplar do Vocabvlario da Lingoa de Japam no acervo de obras raras da Biblioteca Nacional no Rio de Janeiro.

clip_image002

Foto do exemplar do Vocabvlario da Lingoa de Japam, constante do artigo publicado no O Estado de S.Paulo, que merece ser lido na íntegra

Leia o restante desse texto »


“Querida Konbini”, de Sayaka Murata

3 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , , , , , , ,

Sobre a autora, basta dizer que ela recebeu o prêmio Akutagawa, o mais importante do Japão, além do Gunzo e do Noma, em 2003 e 2009, respectivamente, para escritores jovens, e o Yukio Mishima, em 2013. Quem começa a sua leitura não consegue abandoná-la até o seu término, com a fluência de um texto ágil e compreensível, sem nenhuma petulância intelectual, ainda que o original seja em japonês. O tema básico pode ser considerado universal.

clip_image002

Capa do livro, divulgada pela Editora Estação Liberdade

Trata-se de um livro simples, mas denso em conteúdo, esclarecendo o que está acontecendo com muitos jovens japoneses, fadado ao sucesso literário também no Brasil e em muitos outros países, o que já conseguiu no Japão. A autora é jovem, ainda com menos de 40 anos, tendo trabalhado por longo período em lojas de conveniência, acumulando conhecimentos não somente teóricos, mas do dia a dia dos seres humanos.

As lojas de conveniência proliferaram nas últimas décadas no Japão, ficando conhecidas como “konbini”, pois os japoneses costumam adaptar novas palavras provenientes do inglês. Elas estão em constante aperfeiçoamento e, diante da atual falta de recursos humanos, já existem as que funcionam sem trabalhadores e caixas no período noturno para os clientes previamente registrados, que são reconhecidos eletronicamente, cujas compras são debitadas automaticamente nas suas contas, como se tudo fora robotizado. Tudo isto agrava a situação do ser humano.

A procura sistemática da eficiência, para agradar ao máximo os clientes, gera até uma situação como a descrita no livro onde os funcionários se tornam parte da organização destes estabelecimentos, como se fossem peças das mesmas. Quase deixam de ser humanos, ainda que tenham suas próprias personalidades e necessidades psicológicas que nem sempre aceitam a padronização que é muito forte na cultura japonesa, não somente do ponto de vista empresarial. Os “diferentes” acabam sendo marginalizados e são abundantes as notícias sobre eles no cotidiano do Japão, ainda que tenham aspirações específicas que nem sempre são compreendidas por todos, que se consideram “normais”.

O livro sugere reflexões dos leitores, pois correspondem ao que está acontecendo diariamente para muitas mulheres que precisam trabalhar temporariamente para complementar a remuneração familiar. Muitos não aspiram formar “famílias” e nem sentem necessidades sexuais, deixando os motéis vazios e reduzindo dramaticamente a taxa de natalidade no Japão atual. O declínio da população não é um privilégio japonês, mas está ocorrendo em muitos países no mundo, ao mesmo tempo em que ocorre um envelhecimento demográfico. O processo implica em desajustes individuais em suas mentes que atingem a muitos, que nem sempre são adequadamente considerados, onde a psicologia e a psicanálise são pouco desenvolvidas, consideradas luxos. O assunto é tratado de passagem na melhor forma que é a literatura de qualidade.

Ainda que o quadro no Brasil seja bastante diferente do Japão, as deficiências do sistema educacional agravam as compreensões adequadas destas necessidades humanas diferenciadas, levando a simplificações dos diagnósticos. Mas os avanços na literatura podem ajudar no entendimento dos dramas humanos que são quase comuns, quase universais.

Apesar da leitura agradável, muitos dos assuntos colocados exigem reflexões mais profundas dos leitores.


Conhecendo um Pouco do Japão Mais Autêntico

20 de setembro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , , | 2 Comentários »

É natural que as grandes metrópoles japonesas sofram as influências do exterior, ainda que mantenham muitas características próprias do Japão. Mas, no interior do país, onde ficam clip_image002os chamados onsens, termas que contam com aguas quentes naturais, estão mais preservadas as tradições japonesas. Uma fundada no ano 705 ainda continua funcionando, considerado o hotel mais antigo do mundo. Foi objeto de um artigo escrito por Joshua Meyer, casado com uma japonesa, e publicado no Japan Today.

 

O Nishiyama Onsen Keiunkan é gerido pela 52ª geração da mesma família. Foto do autor do artigo

Leia o restante desse texto »


A Identidade Japonesa

14 de setembro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , , | 2 Comentários »

clip_image002Este site enfocava as vantagens das miscigenações de diferentes etnias que propiciam vantagens como a que permitir surgir atletas como Naomi Osaka. Mas parece que no Japão desperta-se a discussão da identidade do que seria um japonês, diante de muitos casos semelhantes, principalmente de atletas de destaque e a proximidade das Olimpíadas de Tóquio, o que considero lamentável.

Naomi Okada provoca uma discussão no Japão diferente do que este site esperava

Leia o restante desse texto »


Garrafas Ecológicas de PET

11 de setembro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , , ,

Um dos maiores problemas que a humanidade enfrenta é a inundação de plásticos de diversos tipos, difíceis de ser absorvidos pela natureza. Formam-se grandes ilhas de plásticos não degradáveis no Pacífico e no Atlântico, assim como nos lixões, demorando imagemuito para serem absorvidos. Uma notícia distribuída pela agência noticiosa AFG informa que a Pepsico, Danone e Nestlé se reuniram para produzir garrafas biodegradáveis, utilizando basicamente a celulose.

Garrafas plásticas biodegradáveis da Naturall Garrafa Alliance, uma empresa conjunta da Pepsico, Danone e Nestlé

Leia o restante desse texto »


Naomi Osaka Mostrou Capacidade Para Manter a Calma

11 de setembro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , ,

Sempre é difícil interpretar todos os lamentáveis problemas que ocorreram na final feminina do US Open 2018, quando Serena Willians desentendeu-se com o juiz Carlos Ramos. Ainda que Naomi Osaka, possivelmente, tenha sido afetada por estes acontecimentos como um ser humano, há que se reconhecer que ela procurou manter-se focada na sua atuação como tenista, só extravasando suas tensões depois de terminada a partida. Uma descrição detalhada, possivelmente equilibrada, consta do artigo publicado no The New York Times, que pode ser lido na íntegra, em inglês, que pode ser traduzido para o português: https://www.nytimes.com/2018/09/09/sports/serena-osaka-us-open-penalty.html?action=click&module=Top%20Stories&pgtype=Homepage .

clip_image002

Serena Willians consola Naomi Osaka que estava chorando na premiação, não se sabe se pela vitória ou pelos acontecimentos que influíram no resultado da partida final.

Leia o restante desse texto »


Naomi Osaka Campeã da US Open 2018 Feminino

9 de setembro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , , , ,

clip_image002Pela primeira vez, uma tenista, cuja mãe é japonesa e o pai haitiano, com cidadania do Japão, vence uma competição de importância mundial como o US Open de 2018. Naomi Osaka é uma “half”, de apenas vinte anos e já participou de outras competições, mas sem destaque como esta competição.

Serena Willians e Naomi Osaka se cumprimentam antes do início da partida final da US Open 2018

Leia o restante desse texto »


Japão se Prepara Para Enfrentar os Problemas dos Plásticos

31 de agosto de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , ,

O mundo está cada vez mais consciente dos problemas criados pelos plásticos e visam criar incentivos para o uso do bioplástico, mais rapidamente absorvíveis no meio ambiente, para o que já se dispõe de tecnologias, faltando somente detalhes, mas que ainda exigem escalas para se tornar uma realidade.

clip_image002

Esquema apresentado no The Japan News para o programa

Leia o restante desse texto »


Cingapura Tem as Melhores Escolas e Quer Melhorar Mais

31 de agosto de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , , ,

clip_image002Este site já vem chamando a atenção que Cingapura tem os alunos de 15 anos que conseguem as melhores notas no conhecido sistema internacional chamado PISA, da OCDE – Organização de Cooperação do Desenvolvimento Econômico, conforme quadro abaixo. Agora, está preparando uma nova reforma educacional para que seus alunos sejam criativos, se tornando melhores seres humanos, não se preocupando somente com as notas já obtidas para comparações internacionais.

Cingapura já obtém notas no PISA invejáveis para seu sistema educacional e está se preparando para contar com seres humanos criativos, que sejam os melhores e mais felizes do mundo

Leia o restante desse texto »