Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Aumento dos Salários na China

27 de Maio de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , ,

O jornal japonês Nikkei noticia que indústrias automobilísticas japonesas instaladas na China, bem como produtoras de autopeças, enfrentam dificuldades com as elevações dos salários naquele país, citando muitos exemplos. Esperar que a economia daquele país se desenvolvesse mantendo salários reais baixos, seria um grande absurdo.

Algumas destas empresas estão efetuando investimentos em outros países do Sudeste Asiático onde os salários continuam abaixo dos chineses. Mas, com o desenvolvimento daqueles países, também lá os salários vão se elevar, naturalmente. Ainda que existam grandes massas de desempregados, ou daqueles que estão se transferindo das atividades rurais para as urbanas, este processo é inevitável e desejável.

Se de um lado os salários representam custos para algumas indústrias, de outro, representam rendas que vão ampliando o mercado interno, como vem ocorrendo recentemente. A demanda de automóveis na China cresce rapidamente, ao lado de parte que se destina às exportações. O que seria desejável por algumas empresas, que seria manter os seus custos baixos e contar com mercado para os seus produtos, é uma impossibilidade.

O desenvolvimento significa também que determinados setores crescem mais rapidamente que outros. As indústrias e serviços acabam proporcionando empregos que vão se reduzindo nas atividades rurais, com o aumento da produtividade nestas.

Uma das vantagens que está ocorrendo com a globalização é exatamente a melhoria do padrão de vida até dos países que se encontravam nos mais baixos níveis de desenvolvimento. Na medida em que estes benefícios vão se ampliando por todo o mundo, é de se acreditar que a economia e os mecanismos de mercado estão funcionando.

Esperar que tudo vai continuar estável, como desejam alguns, seria um absurdo. Os empresários precisam se projetar para o futuro, imaginando que estas mudanças são inevitáveis, e a dinâmica do que vai ocorrendo em todos os países faz parte das regras de jogo.

Deste ponto de vista, os recursos humanos treinados em países em desenvolvimento levam vantagem quando comparados com os que se habituaram aos já desenvolvidos, até estagnados, onde a estabilidade é mais frequente.

Aumento de salários não pode ser um problema, mas um objetivo a ser perseguido por todos, inclusive pelos empresários. Os que não estiverem ajustados a estas tendências, estão condenados ao desaparecimento, infelizmente.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: