Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Obras-Primas da Literatura Japonesa

2 de Fevereiro de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Livros e Filmes | Tags: , , , | 4 Comentários »

 

images O livro “Kappa e o Levante imaginário”, de Ryonosuke Akutagawa, foi publicado em 2010 na versão em português, pela Editora Estação Liberdade, São Paulo, com uma excepcionalmente feliz tradução e prefácio do Shintaro Hayashi, um colega meu de infância. Ele é de uma família fortemente ligada ao que existe de melhor na literatura japonesa, pois sua mãe é irmã de um consagrado autor. E sua irmã Leiko Gotoda (Hayashi quando solteira) foi que traduziu para o português o épico “Musashi”, de Eiji Yoshikawa, maior sucesso editorial da literatura japonesa no Brasil. Não entendo porque eles não são mais aproveitados pelos seus conhecimentos culturais pelas entidades que deveriam estar voltadas à divulgação da literatura japonesa entre nós.

Ouvi, pela primeira vez, do Dr. Tadao Sonoda, que o filme “Rashomon”, de Akira Kurosawa estava baseado em dois contos de Ryunosuke Akutagawa. Um como o mesmo nome “Rashomon” e outro “No Matagal”, ambos constante desta preciosa publicação. O Prefácio de Shintaro Hayashi explica, com competência, tudo que precisamos saber sobre o autor e seus trabalhos.

Com o livro de Teruyo Nogami “A Espera do Tempo: Filmando com Kurosawa” já comentado neste site, é possível compreender a importante complementaridade destes trabalhos monumentais que sempre impressionaram a todos. Com a leitura cuidadosa dos contos de Akutagawa compreende-se a genialidade de Kurosawa ligando assuntos diversos, dando-lhes uma leitura cinematográfica tirando o máximo partido destes dois contos. As interpretações de Toshiro Mifune e Machiko Kyo ajudaram a valorizar estas obras-primas.

O que está relatado no “Rashomon” já é impressionante, com as visões dos seus poucos personagens, pois se trata de um conto curto. Combinado com as diferentes leituras dadas pelos personagens do conto “No Matagal” sobre o crime acontecido, o conjunto acaba ganhando uma nova dimensão, mostrando o quanto as nossas visões podem ser distorcidas, mesmo quando se trata de um fato objetivo.

O movimento, tanto nas cenas de chuvas intensas no “Rashomon” como as corridas pela mata acabaram por impressionar cineastas de todo o mundo, elevando Kurosawa e o cinema japonês para um padrão mais elevado. Mas o conteúdo literário de Akutagawa e sua capacidade de transmitir em contos curtos verdades universais tão importantes é que permitiram o reconhecimento do conjunto.

Estas formas de ver dos japoneses, inclusive com o envolvimento do fantasmagórico, que aparecem em muitos contos de sua literatura parecem assuntos que merecem uma discussão mais profunda. Até porque também eram transmitidos pela tradição oral.

O que fica difícil de aceitar para os ocidentais, principalmente para os que vivem nos trópicos, são os exageros da introspecção dos japoneses e seus intelectuais que acabam induzindo a um elevado número de suicídios, e o seu entendimento de se tratar de uma saída honrosa para os impasses a que são levados muitos seres humanos.


4 Comentários para “Obras-Primas da Literatura Japonesa”

  1. Fre
    1  escreveu às 06:10 em 4 de Fevereiro de 2011:

    Obrigado pela dica Paulo. Sempre levo muito a sério suas sugestões de literatura. Sempre que puder mande mais.

    Obs: Quando vamos jantar e jogar umas conversas fora?

    Abração

    Fre Zaragoza

  2. Paulo Yokota
    2  escreveu às 08:56 em 4 de Fevereiro de 2011:

    Caro Fre,

    Muito obrigado pelo comentário. Estou sempre à disposição para conversas inteligentes com amigos como V. Marque dia, hora e local que sempre será um grande prazer.

    Paulo Yokota

  3. Roosevelt
    3  escreveu às 16:26 em 8 de agosto de 2013:

    Boa tarde. Gostaria muito de encontrar algum livro que fale sobre a arte e a cultura japonesa. Não encontrei nada muito aprofundado. Gostaria de um livro com imagens. Sou fã dessa cultura e gostaria de conhecer melhor.
    Por favor, se souber, envie o nome do titulo para meu email. [email protected]

    Obrigado

  4. Paulo Yokota
    4  escreveu às 11:01 em 11 de agosto de 2013:

    Caro Roosevelt,

    Seu pedido é muito difícil, pois existem muitos livros sobre o Japão e os japoneses. Um recente com um bom resumo é o de Celia Sakurai, Os Japoneses, da Editora Contexto, para começar.

    Paulo Yokota


Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: