Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

British Medical Journal Aprova Dieta Japonesa

29 de Março de 2016
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Gastronomia, Saúde | Tags: , ,

clip_image001Um artigo publicado no site de O Globo informa que a revista inglesa British Medical Journal publicou um estudo informando que a dieta japonesa é a mais adequada para uma vida longa e saudável.

Washoku japonês, com sua variedade de pratos e uso de muito peixe

Em 2005, o governo japonês publicou um guia de alimentação saudável, e dez anos depois o Centro Nacional para Saúde Global e a Medicina de Tóquio efetuou um questionário abrangendo 36.624 homens e 42.920 mulheres de 45 a 75 anos. Eles não tinham histórico de câncer, derrame e doenças cardíacas ou hepatite. O levantamento chegou à conclusão que quem seguiu a recomendação do governo com relação à alimentação tinha reduzido em 15% o risco de morte.

Estas pessoas estavam menos sujeitas aos acidentes cerebrovasculares, que são causados por problemas de circulação sanguínea no cérebro. Estes resultados permitem sugerir que o consumo balanceado de energia, grãos, vegetais, frutas, carne vermelha, peixe, ovos, produtos de soja, laticínios e bebidas alcoólicas pode contribuir para a longevidade, reduzindo os riscos de morte, principalmente causados por doenças cardiovasculares na população japonesa, segundo as autoridades.

Todos sabem que a alimentação japonesa é rica em carboidratos, vegetais e frutas, além de muito peixe e alguma quantidade de carne vermelha. É uma dieta com baixos índices de gorduras saturadas e alimentos processados. A alta taxa de carboidrato vem de fontes como arroz e os vegetais.

Aparentemente, o que era conhecido popularmente agora conta com dados científicos para comprovar que a alimentação japonesa é das mais recomendáveis para a população, lembrando que também exercícios físicos podem melhorar estes resultados. Parecem ser lições importantes para o brasileiros procurarem adaptar no que for possível.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: