Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Mudanças no Mercado Municipal de Pinheiros

2 de Março de 2016
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , , ,

clip_image002Os mercados como o Municipal de Pinheiros acabam provocando mudanças em seus arredores, não ficando restrito ao que é pretendido por algumas iniciativas.

O Mercado Municipal de Pinheiros passou por reformas e um grupo de empresários pretende que desempenhe um papel na cadeia alimentícia

Tenho um longo relacionamento com a região. Meu sogro foi o primeiro a trazer um caminhão de Cotia para o armazém da Cooperativa Agrícola de Cotia que acabou tornando conhecido o local como Largo da Batata, muito antes da Segunda Guerra Mundial. O avô de minha nora foi o presidente da Cooperativa durante o período da Guerra e sua família mantém alguns imóveis na Avenida Faria Lima. Moro na região há algumas décadas acompanhando a sua evolução, que não ocorre como muitos desejariam.

O Mercado de Pinheiros, como muitos outros estabelecimentos da região, passou por um longo período de abandono. O Largo da Batata tornou-se uma monstruosidade da qual nenhum arquiteto pode se orgulhar, uma vergonha para uma cidade como São Paulo. Mas sempre existe a esperança que aos poucos haverá uma nova tendência na sua evolução, transformando a região.

A Folha de S.Paulo dedica algumas matérias ao novo Mercado, esperando que alguns estabelecimentos em funcionamento na localidade tenham um papel inovador. Já visitei o pequeno balcão do Mocotó, famoso com seu chef Rodrigo Oliveira na Vila Medeiros, e tenho esperanças de que outros empresários continuem implantando novos estabelecimentos.

ata

Instituto Ata, estimulado por Alex Atala

O bairro de Pinheiros tem um comércio modesto ficando nos arredores da Vila Madalena, que acabou ganhando a imagem de uma região boêmia da capital paulistana. As redondezas do Mercado já contam com alguns estabelecimentos como os que se desenvolvem nas proximidades dos mercados em todo o mundo, e esperamos que continue nesta evolução.

Não acredito em iniciativas artificiais, mas São Paulo já conta com muitos locais para o abastecimento de produtos provenientes das varias regiões brasileiras. Perto da Cantareira, existe a região da Santa Rosa e, por mais que as autoridades pretendam que os comerciantes se mudem para outras áreas, eles insistem em permanecer nos locais convenientes para o atendimento de muitos dos seus clientes, inclusive restaurantes.

O Mercado Municipal de Pinheiros é um espaço acanhado, mas também se beneficia da proximidade da Ceagesp, cujo planejamento de mudança para os arredores da Capital parece estar superado. Não se pode pretender objetivos demasiadamente amplos em Pinheiros, mas, ainda assim, pode ter a sua marca, o que beneficiaria quem se utiliza destes tipos de estabelecimentos. O trânsito em São Paulo se tornou impossível, fazendo com que iniciativas regionais ganhem sentido.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: