Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Importância do Futebol no Intercâmbio Mundial

23 de Janeiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Intercâmbios | Tags: , ,

O mundo reconhece oficialmente a importância dos esportes como forma de incrementar o intercâmbio entre países e regiões. Foi com o tênis de mesa que os Estados Unidos iniciaram o descongelamento com a China.

Fui testemunha que nas mais remotas regiões asiáticas o Brasil era conhecido pelo futebol até pelas pessoas mais simples. “Pelé, Pelé…” era a primeira reação quando eu informava que era um brasileiro, ainda que a cara não ajude…

Hoje, podem ser o Ronaldinho ou o Kaká. Vi recentemente uma espécie de documentário na TV sobre o jogo do Brasil com a Alemanha na Copa do Mundo. Um esforço tremendo que um grupo de nômades mongóis fazia para assistir ao jogo, inicialmente coibido pelas autoridades, que acabaram aderindo quando souberam que o objetivo era acompanhar este jogo. O mesmo era relatado de um grupo de índios amazônicos, tudo com grande criatividade.

Nem todos os brasileiros se dão conta da importância que os jogadores brasileiros assumem no exterior. Alguns desconhecidos no Brasil faziam sucesso no Japão, e chegaram a ser astros de publicidade, com enormes painéis ocupando fachadas de edifícios. Mais que Gisele Bündchen e outras personalidades conhecidas do mundo da moda, de quem nos orgulhamos por serem excepcionais promotoras de vendas. Ela abriu o mercado asiático para as Alpargatas.

Por onde quer que se vá, encontra-se um jogador brasileiro de futebol, muito mais conhecido que os nossos diplomatas, ainda que estes desempenhem um papel fundamental. Como as agências bancárias de instituições brasileiras, como o Banco do Brasil, que, como dizia o ministro Delfim Netto, eram: “Olhos, ouvidos e braços do Brasil em todo o mundo…” É pena que algumas autoridades brasileiras não deram a devida importância desta presença, que agora começa a ser retomada.

Mas, voltando ao futebol, os empresários brasileiros precisam utilizar o prestígio destes nossos astros que ampliam os mercados para produtos de muitas multinacionais. Vejam como Gisele Bündchen provoca aumentos substanciais de vendas. A Café Cacique foi pioneiro com o Café Pelé e, como dizia o saudoso Horácio Coimbra, que foi o primeiro empresário brasileiro a ir para a China antes do restabelecimento das nossas relações diplomáticas: “Imaginem se cada chinês tomar uma xícara de café por dia…”



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: