Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Comércio Exterior da China

10 de Fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Intercâmbios | Tags: , , ,

Os dados do comércio exterior da China continuam impressionando o resto do mundo, mas os chineses afirmam que estão ajudando no equilíbrio internacional.

No seu conjunto, o comércio internacional chinês cresceu 44,4% em janeiro deste ano, sendo 21% na exportação e 85,5% na importação. Ainda assim, continuam mantendo um superávit de US$ 14 bilhões, o que não é nada desprezível. Há que se admitir, no entanto, que continua estimulando a economia mundial, enquanto os Estados Unidos, a Europa e o Japão continuam modestos.

A exportação chinesa de máquinas cresceu 27%, e os equipamentos elétricos 33,1%, mostrando que o resto do mundo começa a ampliar seus investimentos. No entanto, a queixa geral continua sendo o cambio chinês extremamente desvalorizado. Atualmente, o Yuan está atrelado ao dólar norte-americano.

É verdade que o superávit comercial chinês está se reduzindo, e eles continuam estocando matérias-primas, onde preferem investir os seus recursos que mantê-los em dólares norte-americanos que continua desvalorizado.

Os países que não mantêm suas moedas atreladas ao dólar, como faz o Brasil, acabam sendo prejudicados, mostrando que não adianta culpar somente os chineses.

O curioso é que em alguns sites que fornecem informações sobre a China figuram publicidades sobre o Brasil, incluído entre os BRICs, cujos detalhes são difíceis de serem obtidos.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: