Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Considerações Sobre a Imprensa no Mundo Globalizado

21 de Março de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , ,

Já comentamos o excelente artigo do jornalista Matias M.Molina “Otimismo apesar da queda”, publicado no suplemento de fim de semana do Valor Econômico, que provoca outras reflexões sobre a evolução atual da imprensa.

Não há dúvidas que sempre haverá espaço para artigos de maior profundidade, como os livros que se encontram com demandas em crescimento em todo o mundo. O problema parece residir na maior procura de notícias mais rápidas, que acabam despertando o interesse dos anunciantes.

Sempre haverá nichos para todos os meios de comunicação no que está se chamando multimídia. Mas existe a preocupação de que a maioria dos jovens está preferindo notícias rápidas, ainda que superficiais, na inundação de informações que vem ocorrendo. Deve se admitir que a racionalidade de muitos, infelizmente, está sendo superada pelas emoções, onde a imagem costuma ser mais eloquente que as palavras. Sempre haverá o problema da moda, não significando que há uma tendência única, mas muitos ciclos em direções difusas.

Pessoalmente, prefiro os textos que permitem a cada leitor imaginar o cenário em que algo esteja acontecendo. Nada é tão branco ou preto, como foi muito bem colocado na peça “In On It”, já comentada neste site, ou expressa no filme “Rashomon”.

No entanto, observando os grandes jornais mundiais, nota-se que o volume de anúncios nos mesmos vem caindo vertiginosamente. Vendo, por exemplo, um New York Times de um fim de semana de alguns anos atrás e o de hoje, a diferença é gritante. Vendo as agências de publicidade, nota-se que suas estruturas estão se alterando, havendo um crescimento daquelas equipes que se voltam para os meios eletrônicos de comunicação.

Esta discussão é mundial, e muitos acentuam a necessidade que os jornalistas e os jornais sejam adequadamente remunerados pelos artigos que publicam, o que parece de inteira justiça, com o respeito aos direitos autorais. A dificuldade está no seu controle, pois os meios de sua circulação estão evoluindo assustadoramente, não se restringindo à clássica “pirataria”.

De qualquer forma, no mundo globalizado, como a circulação dos jornais demanda algum tempo, ainda que esteja diminuindo, os meios eletrônicos são “on time”, e parece conveniente admitir que as assinaturas digitais seja um segmento que deve ser mais explorado.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: