Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

A Crise Obriga o Uso da Criatividade

27 de Abril de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Empresas | Tags: , , ,

As crises sempre obrigaram as empresas a procurarem alternativas para superar suas dificuldades. O jornal Nikkei relata muitos exemplos concretos de empresas que estão superando a crise, tomando medidas drásticas para recuperar os seus lucros. São centenas que estão voltando a atuar com criatividade, cortando os seus custos.

A confiança dos consumidores está voltando, e encontram empresas que se adaptaram, e dependem dos gastos dos seus consumidores, conseguindo resultados de dois dígitos. Vão desde varejistas de sapato, móveis e roupas casuais, todas catalogadas pelo jornal, e, portanto, que contam com expressão.

Uma operadora de supermercados de médio porte fechou suas lojas deficitárias, cortou sua folha de pagamentos e implementou outras medidas de redução de custo. A empresa focou suas vendas em marcas próprias, que proporcionam maiores margens.

Uma empresa de lojas de departamento tomou medidas visando as mulheres que estão trabalhando, e cujos orçamentos estão apertados. Estas consumidoras estão fazendo fila, comemora o diretor da mesma.

Uma empresa que trabalha com bolsas de luxo e varejo de joias utilizou algumas celebridades na publicidade em revistas de moda, na televisão e na telefonia celular, cortando os descontos que concedia. Seus negócios com vestuários cresceram, com sensível aumento das vendas online. Está fechando as lojas deficitárias.

O mercado de produtos voltados aos animais, principalmente de propriedade de idosos e jovens, que vivem sozinhos, está promissor. A empresa que opera neste setor está se voltando para o exterior, abrindo uma loja na China.

Grandes esforços estão sendo feitos para a redução das despesas de venda, gerais e administrativas. Algumas estão reduzindo os custos dos inventários, passando a ter lucros.

Até uma empresa de rede de restaurantes está conseguindo o aumento dos seus resultados, com a economia de escala, baixando os custos dos materiais utilizados e aumentando a eficiência do pessoal empregado.

Evidentemente, todos estes casos japoneses se ajustam às condições específicas em que se encontram, mas indicam que ousadas criatividades e decisões estão sendo tomadas, para superarem a crise, num mercado altamente competitivo.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: