Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Parece Que os Asiáticos São Pragmáticos

25 de Maio de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Empresas | Tags: , ,

O que pode parecer estranho para os ocidentais está acontecendo entre os asiáticos, mostrando que eles são mais pragmáticos que aparentam, principalmente quando se trata de negócios. Os gigantes em eletrônica, como a coreana Samsung e a japonesa Sony, estão trabalhando em conjunto, entrando na sua terceira fase de colaboração conjunta, como noticia a MK Business News.

E as empresas chinesas de telecomunicação estão instalando suas unidades de pesquisa na Índia, como consta de um artigo publicado no Nikkei, pois alguns dispositivos não são podem ser exportados para a China, por motivo de segurança nacional, possivelmente inspirado pelos norte-americanos.

A colaboração entre a Samsung e a Sony já se prolonga por seis anos, numa “joint venture” entre estes dois grupos globais. Na primeira fase de colaboração, desenvolveram em conjunto semicondutores, e na segunda colaboraram na produção de telas LCD. Agora, na terceira fase, esperam trabalhar em conjunto na produção de TVs em 3D, e na próxima Copa do Mundo esperam que muitas emissões usem esta tecnologia.

As empresas de telecomunicação chinesas estão contratando engenheiros locais e investindo em instalações na Índia, visando suspender o embargo o mais rapidamente possível. O jornal Financial Express informa que serão investidos US$ 100 milhões em Bangalore, pois as atuais capacidades estão lotadas, e pretendem empregar 300 a 400 engenheiros este ano.

Outra empresa chinesa está instalando nova unidade em Nova Delhi para fortalecer as atividades de inspeção e manutenção, usando recursos humanos locais. Todas estas atividades visam reduzir as desconfianças ainda existentes, inclusive relacionadas à produção.

Parecem demonstrações que os empresários são mais pragmáticos que os políticos, superando as barreiras ainda existentes, como os absurdos dos conflitos que dividem as duas Coreias, ou conflitos fronteiriços ainda remanescentes entre a China e a Índia.

As inúmeras notícias provenientes da Ásia dão conta de avanços concretos na integração continental, apesar da ampla diversidade existente na região, de toda natureza.

No âmbito do Mercosul, se providências pragmáticas não forem tomadas, as diferenças das dimensões dos mercados acabarão provocando um fosso insuperável, marginalizando esta parte do mundo do processo acelerado de globalização.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: