Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Suplementos Excepcionais do Valor Econômico

2 de maio de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais, Notícias | Tags: , ,

Há muitos dias em que o jornal Valor Econômico surpreende seus leitores com suplementos de excepcionais qualidades, como na sua edição de hoje. Traz um especial tratando dos rumos da economia brasileira, com artigo da Claudia Safatle, “O santo ainda é de barro”, que trata do desafio para a presidente Dilma Rousseff combater a inflação sem destruir tudo o que foi feito nos últimos 15 anos no Brasil. O fluxo de capitais estrangeiros atraídos pelos elevados juros brasileiros continua elevado, mas as pressões inflacionárias exigem medidas de contenção do crédito onde os juros continuam sendo o principal instrumento, ainda que o superávit fiscal primário já esteja ajudando.

Num outro artigo, Marcos Nobre, professor de filosofia da Unicamp, aborda “Governo com pouca margem de manobra e ‘excesso de adesão’”; Michael Reid, do The Economist, trata da política externa com “O multilateralismo como base para ganhar influência”.

O artigo mais longo e profundo é de Antonio Delfim Netto, “Um voto de confiança”, analisando a política econômica do governo e seus fundamentos nos atuais conhecimentos, com a revisão da macroeconomia e os novos pensamentos, como o de Olivier Blanchard. O texto pode ser lido na íntegra, em PDF, por meio dos links :

http://www.asiacomentada.com.br/wp-content/uploads/2011/05/parte4.pdf
http://www.asiacomentada.com.br/wp-content/uploads/2011/05/parte5.pdf

Ainda traz “Os desafios que os jogos impõem ao país”, de Claudio Frischtak, Victor Chateaubriand e Felipe S.Katz; bem como uma ótima entrevista com Ricardo Paes de Barros, “Bolsa Família parte agora para a inserção produtiva”; além do artigo de Flavio Cunha, da Universidade da Pensilvânia, sobre “Políticas alternativas para maior oferta de trabalho qualificado”.

O suplemento “Especial de Inovação” também trazem artigos de grande importância, como a de Gleise de Castro, “Centros Avançados”; de Paulo Fortuna sobre “Empresas investem em solução para o mercado nacional”; de Jacilio Saraiva sobre os “Complexos vão estimular o registro de patentes” e “Pré-sal e ação do governo atraem a GE para o Rio”; de Marcelo Pinho sobre “Reforço de recursos se Finep virar banco”; e de Rosangela Capazoll sobre “Agora, a iniciativa de pedir pesquisas é da Petrobras”.

O que impressiona no conjunto destes e outros artigos do suplemento é que estão se formando organizações para enfrentar estes desafios, como a Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras – Anpei, Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores – Anprotec, Rede de Inovação para Competitividade da Indústria Naval e Offshore – Ricino. Além dos centros de pesquisas nacionais, empresas estrangeiras e nacionais consagradas já estão implantando os seus P&D, como a Schulumberger, Baker Hughes, FMC Technologies, Usiminas, Halliburton, Tenaris Confab e General Eletric com o seu Centro de Pesquisa Global (Global Research Center), Vale, Centro de Desenvolvimento de Software da TOTVS e MRS Logística entre outras.

Estes dois suplementos e suas imperdíveis informações mostram que realmente o Brasil passa por um particular momento de seu desenvolvimento, passando a cuidar de aspectos básicos indispensáveis para a sua sustentabilidade por um prazo longo.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: