Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Imperatriz Masako do Japão que Nasceu Plebeia

2 de Maio de 2019
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias, Política | Tags: , ,

Assistindo às cerimônias no Japão que simbolizou a ascensão do novo imperador Naruhito, como os transmitidos ao vivo para o mundo pela televisão oficial NHK, notou-se o destaque clip_image002do carisma pessoal da nova imperatriz Masako, que pode ajudar muito o seu esposo no papel que se propôs como monarca. No seu primeiro pronunciamento como imperador do Japão, Naruhito afirmou que, respeitando as tradições japonesas, deseja intensificar os relacionamentos com a população do país, continuando na manutenção da paz mundial.

O imperador Naruhito e a imperatriz Masako, simpáticos de forma descontraída, mesmo com o protocolo rígido

Ainda que o protocolo que marcou a consagração do novo imperador Naruhito fosse extremamente rígido, destacando a sua figura, o carisma pessoal da imperatriz Masako pode ser notado, notadamente nos seus acenos à população de um carro com suas janelas abertas, como os captados pelas câmeras da NHK japonesa no trajeto pelas avenidas de Tóquio. Com seus gestos naturais e simpáticos, ela deu uma demonstração de como pode ajudar o seu marido na intensificação dos contatos com a população japonesa, principalmente com os não privilegiados. Trata-se de um carisma pessoal, que não pode ser adquirido nem pela educação ou treinamentos. Ela já vinha intensificando as visitas para os japoneses menos privilegiados, bem como suas inúmeras viagens internacionais.

Ela recebeu uma educação esmerada dada pelos seus pais, ele um diplomata consagrado que ocupou posições de destaque em diversas partes do mundo em que morou com sua família. Cuja carreira ela seguia depois de formada na consagrada Universidade de Harvard e após um concurso consagrador. Ela era considerada uma diplomata promissora e relutou muito quando foi pedida em casamento pelo então príncipe herdeiro do Japão.

Masako já era conhecida pelo seu carisma pessoal. Depois de seu casamento não foi fácil para ela submeter-se ao rígido protocolo que cerca a família imperial. Mas superou suas dificuldades e a sua figura simpática e descontraída chamou uma atenção especial nas atuais cerimônias das quais participou, ainda que de forma discreta. Mas foi quando se deslocava pelas avenidas da capital japonesa é que pode revelar todo o seu carisma, com sua fisionomia e acenos à população. Isto vai ajudar em muito a missão a que se propõe o novo imperador Naruhito, notadamente quando o novo príncipe herdeiro é o Akishino, irmão do novo imperador que tem um filho, o príncipe Hisahito, enquanto ela tem somente a filha, princesa Aiko.

Pela atual tradição japonesa são os homens os sucessores na posição de imperador, que o de chefe de estado, representando o Japão. O novo casal imperial concentrando-se na tarefa a que se propôs, seguindo o que já vinha sido feito pelo agora imperador e imperatriz honorários, que tiveram suas missões enfrentando problemas como dos grandes acidentes naturais, mas conseguiram prosseguir mantendo o Japão como o símbolo mais importante da paz mundial, negando-se a aumentar o seu poder militar, diante da dura experiência de terem sofridos os bombardeios atômicos.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: