Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

O Arroz na Cultura Asiática

4 de Janeiro de 2012
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais, Notícias, webtown | Tags: , , ,

Na Expo Tsukuba 85, o principal Pavilhão do Japão apresentava uma exposição audiovisual, com o que de mais atualizado se dispunha na sua tecnologia, para mostrar a importância fundamental que o arroz desempenhava na cultura japonesa. Makiko Itoh, reconhecida autora sobre a culinária japonesa, publicou no The Japan Times um artigo mostrando o seu significado simbólico na passagem do ano. Ela considera que o Ano Novo (Shogatsu) é o feriado mais importante do calendário japonês, mas existem também outras semelhanças em países asiáticos, onde o arroz continua sendo o alimento principal.

O mochi (bolinho de um arroz especial conhecido como mochi-mai, mais glutinosa e levemente doce de grão curto) é a estrela maior destas comemorações. Uma forma clássica de apreciá-lo é envolto em alga (nori), com um ligeiro tempero de molho de soja adocicado (shoyu). No Ano Novo japonês, é consumido dentro de um tipo de sopa com diferentes ingredientes típicos da época (ozôni), ligeiramente grelhado, que variam regionalmente e por famílias. Como o mochi fica muito grudento, muitos idosos acabam engasgando, registrando-se todos os anos algumas lamentáveis mortes.

mochi-22Recita-de-Ozoni-49777_image

Segundo a autora, existem registros escritos sobre o assunto deste do período Nara (710 a 794), quando era considerado um alimento sagrado. No período Heian (794 a 1185), já era usado como parte das festividades.

O Mochi mais importante no Ano Novo, simbólico, e o chamado kagami mochi, uma pilha de dois bolos arredondados colocados em exposição, o que é feito no dia 28 de dezembro. Na minha lembrança de infância, meu pai que tinha uma alfaiataria encerrava suas atividades nesta época, fazia uma limpeza completa das maquinas de costura, cobria-os com um tecido branco, e colocava acima estes kagami mochi, fazendo uma pequena cerimônia xinto, onde se agradecia a estas máquinas todas as ajudas que tinha dado durante o ano para o seu trabalho.

Todos os mochi descritos até o momento são sem recheios. Mas existem muitas variedades diferentes, como os que são recheados com uma pasta de feijão soja (anco), muitos apreciados frescos. Também existem os que utilizam frutas como o morango, ou coloridos de variados tipos.

mochithumb-strawberry_mochi

Também são apreciados dentro de uma sopa de feijão azuki doce, conhecido como shiruko, normalmente com tamanhos menores. É preciso lembrar que esta época do ano, na Ásia, a temperatura costuma estar baixa.

Muitas variações destes tipos de mochi são encontrados, igualmente, em outros países asiáticos, que também aproveitam o arroz para a feitura de diversos alimentos na forma de bolinhos, com temperos que são diferentes. Enquanto no Japão evita-se o uso de carnes, concentrando-se nos peixes, algas e cogumelos, tanto pela influência budista como xintoísta, nas regiões mais tropicais encontram-se combinados com carnes de porco.

Estes costumes foram transferidos para outras partes do mundo pelos imigrantes. Em São Paulo, no bairro da Liberdade, comemora-se o Ano Novo com a produção do mochi, em grandes pilões, onde o arroz ainda quente é transformado em massa com o uso de um tipo de marreta, para ser distribuído para a população.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: