Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

McDonald Aderiu ao Feijão Com Arroz

13 de Maio de 2014
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais, Gastronomia, Notícias | Tags: , ,

Uma notícia alvissareira de Denyse Godoy foi publicada no site da Bloomberg. O tradicional feijão com arroz dos brasileiros também pode ser experimentado pelos turistas estrangeiros nas lojas do McDonald, inclusive no período da Copa do Mundo. Basta pedir um prato executivo. É que o prato é de preferência dos funcionários daquela rede, que ficam saturados com os hambúrgeres com batatas fritas, preferindo o que estão acostumados em suas casas para suas refeições diárias. Na realidade, este prato, que pode ser incrementado com um bife, uma salada, uma farofa e até um ovo, veio sustentando a saúde dos brasileiros, por conter os nutrientes adequados para a população de um país tropical como o Brasil.

A informação constante do artigo informa que em 119 países onde estão presentes as lojas do McDonald, elas estão se esforçando para introduzir algumas preferências locais como o McKafta, no Egito, o Filet O Shrimp, no Japão ou o McVeggie, na Índia. O artigo observa que mesmo os restaurantes finos, como o Mani da famosa chef Helena Rizzo, servem o tradicional feijão com arroz para os seus funcionários, sendo que muitos servem o chamado picadinho, que é uma sua variação um pouco mais sofisticada, onde até os gourmets preferem em alguns dias da semana.

(Kazu, favor ilustrar este artigo com uma foto de um feijão com arroz, que V. deve encontrar pelo Google Images, ou usar o que está no artigo da Bloomberg que vai abaixo)

clip_image002

Para os funcionários, e que podem ser servido também para os clientes, o artigo informa que o McDonald apresenta, além do feijão com arroz, uma escolha entre um frango, peixe ou carne, uma salada, água ou suco e uma maçã de sobremesa, sendo que em São Paulo custa 23 reais.

As informações dos especialistas em nutrição, como os da Universidade Estadual Paulista, a Unesp bem como da Universidade Estadual de Campinas, registram que a combinação entre o arroz com o feijão pode ser considerada perfeita. O arroz contém metionina e o feijão lisina, que são proteínas que ajudam na reparação dos tecidos do organismo humano.

Ajuda a equilibrar também os índices glicêmicos, pois o arroz polido pode disparar as taxas de açúcar e insulina em circulação, quando o feijão tem o poder de neutralizar este efeito, mantendo a glicose estabilizada. Acabam substituindo até a proteína fornecida pelas carnes.

Na realidade, a cultura popular consolidada ao longo do tempo, mesmo sem conhecimento dos dados científicos, vieram suprindo o que os trabalhadores do campo e da cidade efetuavam de esforços, sem provocar a obesidade. Seria interessante que estas poderosas redes disseminassem os hábitos alimentares saudáveis de forma contínua para as populações, notadamente as crianças que acabam sendo atraídas pelas capacidades publicitárias destas organizações.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: