Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Quarto Plano Básico de Ciência e Tecnologia do Japão

23 de Janeiro de 2012
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais, Notícias, Política, webtown | Tags: , ,

Já nos referimos neste site que o Highlighting de janeiro deste ano, publicado pelo governo japonês e distribuído pela internet, tem como tema o Mundo do Futuro, com artigos de elevado interesse. Neste artigo, vamos postar a entrevista efetuada pelo The Japan Journal com o Dr. Masuo Aizawa, membro executivo do Conselho de Política Científica e Tecnologia do Japão, que responde sobre as orientações básicas estabelecidas. Este site tem postado artigos que mostram que os japoneses estão concentrados em alguns temas relacionados com a Pesquisa & Tecnologia para superar as limitações de sua economia no quadro mundial atual.

Na entrevista, o Dr. Masuo Aizawa afirma que este Quarto Plano está concentrado em quatro pontos básicos: a utilização da ciência e tecnologia para recuperação do que foi danificado pelo terremoto de março do ano passado; promoção das inovações para superar os obstáculos atuais do Japão; reforçar os recursos humanos para a promoção do avanço da ciência e tecnologia; e, promoção da ciência e da política de inovação tecnológica em estreita cooperação com a população. Com isto, visa chegar a 4% do PIB do Japão em pesquisas e desenvolvimento, elevando esta cifra em 1%, o que é uma meta ousada.

sw002_3

Dr. Masuo Aizawa, do Conselho de Política Científica e Tecnologia do Japão

Dr. Masao Aizawa esclarece que, com relação ao terremoto que é um desafio da natureza, as pesquisas visam dotar o país com mecanismos de observação global por satélite, tanto nas áreas oceânicas como terrestres, buscando a proteção contra os terremotos e tsunamis. Além de reconstruir o que foi danificado, procura-se que as produções agrícolas e criações dos pescados e frutos do mar sejam efetuadas com tecnologia de ponta.

Na área das inovações verdes, procura-se alcançar uma sociedade de baixo carbono em respostas às alterações climáticas e segurança no abastecimento energético. Casas inteligentes e comunidades inteligentes devem utilizar energias de forma eficiente, com tecnologias como as solares, e adequadamente armazenadas em baterias.

As pesquisas visam estimular os pesquisadores japoneses às inovações de vida, compreendendo como as doenças ocorrem e como funciona o sistema imunológico do corpo humano. Métodos inovadores de prevenção de doenças e novos tratamentos devem ser pesquisados, envolvendo trabalhos de consagrados professores de universidades consagradas.

O governo japonês está financiando as pesquisas de líderes com a consciência que em 2025 a população mundial deverá chegar a 8 bilhões de habitantes, sendo que os asiáticos serão dois terços deste total. As questões ambientais e energéticas serão críticas, e o plano visa o Desenvolvimento da Ciência e Inovação na Ásia Oriental, junto com outros países. Com a experiência que os japoneses já possuem, inclusive com populações idosas, devem assumir a liderança nas pesquisas de algumas destas questões, desenvolvendo a confiança entre diferentes povos.

Posições como as expressas nesta entrevista esclarecem as muitas notícias de pesquisas e desenvolvimento que vêm sendo implementados por variados grupos do Japão, inclusive de suas empresas.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: