Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Dicionário de 1603 Japonês Português Encontrado no Brasil

12 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , , , ,

Num trabalho conjunto de Elza Atsuko Tashiro Perez,, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, com o professor Jun Shirai da Shinshu University do Japão, descobriu-se um exemplar do Vocabvlario da Lingoa de Japam no acervo de obras raras da Biblioteca Nacional no Rio de Janeiro.

clip_image002

Foto do exemplar do Vocabvlario da Lingoa de Japam, constante do artigo publicado no O Estado de S.Paulo, que merece ser lido na íntegra

Leia o restante desse texto »


The Economist Surpreso com as Eleições no Brasil

11 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Política | Tags: , , ,

imageJair Bolsonaro quase conseguiu ser eleito residente da República no primeiro turno, com votos de diferentes segmentos dos eleitores brasileiros, desde os mais privilegiados, como os mais modestos, registra a revista internacional The Economist.

Eleitora da favela de Paraisópolis em São Paulo dividiu com um advogado morador no Morumbi a votação no capitão reformado Jair Bolsonaro. Foto constante do artigo na revista The Economist

Leia o restante desse texto »


É Um Absurdo Norte-Americano Com Crianças Imigrantes

10 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias | Tags: , ,

clip_image002Não é aceitável que uma criança de dois anos tenha que comparecer sozinha à corte norte-americana para prestar depoimentos, separada da sua avó responsável, por ter sido considerada imigrante irregular. A notícia consta de um artigo do The New York Times mostrando que algo de muito errado está ocorrendo com o governo daquele país, que tem tomado medidas absurdas que chocam qualquer civilizado no mundo.

Fernanda Jacqueline Davila, hondurenha que compareceu sozinha à corte norte-americana para dar o seu depoimento. Foto publicada no artigo do The New York Times, que deve ser lido na íntegra

Leia o restante desse texto »


Investimentos Chineses no Belt and Road Aumentaram

9 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Editoriais e Notícias | Tags: , , ,

clip_image002Um artigo de Issaku Harada, publicado no Nikkei Asian Review, informa que os chineses estão aumentando os investimentos no programa Belt and Road em muitos países, pois os Estados Unidos não estão investindo com a alegação que estes países estão exageradamente endividados, ao mesmo tempo em que eles não contam com recursos próprios, dependendo cada vez mais da China.

Foto de um projeto ferroviário na Polônia financiado pelos chineses, dentro do programa Belt and Road, publicada no artigo no site do Nikkei Asian Review

Leia o restante desse texto »


O Que Diferenciam os Verdadeiros Líderes Políticos

9 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Política | Tags: , ,

Existem alguns políticos que possuem uma qualidade inata que os diferenciam dos seus concorrentes, inclusive acadêmicos e jornalistas, percebendo o que seria as grandes aspirações dos eleitores com a devida antecipação, bem como a oportunidade para o uso do seu conhecimento. Isto não depende das suas formações educacionais, havendo alguns casos evidentes, como os de Lula da Silva e Jair Bolsonaro, agradem ou não aos seus críticos. O que pode ocorrer são até exageros deles destas suas percepções, senso de oportunidade do seu uso como habilidade de comunicação de suas ideias para aqueles que lhes interessam, que possa ser considerado como um carisma pessoal.

clip_image002clip_image004

Lula da Silva e Jair Bolsonaro

Leia o restante desse texto »


Prêmio Nobel de Economia

8 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Editoriais e Notícias | Tags: , , , ,

Nem todos sabem que o Prêmio Nobel de Economia foi criado posteriormente em relação aos originais para importantes campos do conhecimento humano, sendo bancado pelo clip_image001Sveriges Riksbank, e vem sendo concedido nos últimos 50 anos. Neste ano, foram contemplados William D. Nordhaus e Paul M. Romer pelos seus trabalhos relacionados com o desenvolvimento sustentável.

William D. Nordhaus é professor de Yale e suas contribuições ajudam a avaliar o impacto econômico da mudança climática. Paul M. Romer, da New York University, é destaque sobre o papel da política no incentivo à inovação tecnológica relacionada com o desenvolvimento sustentável

Leia o restante desse texto »


Prêmio Nobel da Paz de 2018 é Pouco Para Estes Heróis

5 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias | Tags: , ,

Lendo os depoimentos como de Nadia Murad, uma ativista de 25 anos que percorre o mundo informando sobre as inimagináveis violências como as cometidas pelo Estado clip_image002Islâmico contra a minoria yazidi no Iraque, notadamente com as jovens que são escravizadas e estupradas, só se pode aplaudir os membros do comitê do Prêmio Nobel pelas merecidas escolhas. Como a do médico congolês, Denis Mukwege, que ajudou mais de 30 mil vítimas de violências sexuais como instrumento de Guerra no Congo.

Nadia Murad e Denis Kukwege, 63 anos, vencedores do Prêmio Nobel da Paz 2018

Leia o restante desse texto »


Nos EUA os Problemas Fiscais Atingem Criminosos

4 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Editoriais e Notícias | Tags: , , , ,

Mesmo quando as autoridades criminais ou políticas não conseguem atingir suspeitos de irregularidades com a rapidez desejada, as autoridades fiscais dos Estados Unidos acabam atingindo os mesmos que tenham usado meios ilícitos para a evasão fiscal. As profundas investigações feitas pelo The New York Times, examinando mais de 100 mil páginas de documentos aumentaram as suspeitas que Donald Trump tenha ajudado ao seu milionário pai Fred a reduzir as tributações devidas promovendo transferências de patrimônios para seus familiares, entre outras manobras, o que é negado pelo atual presidente, Mas as autoridades fiscais suspeitam que investigações adicionais possam o incriminá-lo levando até ao seu afastamento do cargo. O jornal concorrente The Washington Post repercute o assunto, começando a chegar perto ao que provocou o afastamento de Richard Nixon no episódio Watergate.

clip_image002

Donald Trump, que alega ter feito a sua fortuna sozinho, e o milionário Fred Trump, que o teria ajudado promovendo uma evasão fiscal

Leia o restante desse texto »


A Dura Realidade Eleitoral que Está se Revelando Finalmente

3 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Editoriais e Notícias | Tags: , ,

Tudo indica que está ocorrendo agora uma avalanche eleitoral capaz de precipitar resultados desmoralizantes para muitos pretensos analistas políticos, notadamente os acadêmicos. Poucos deram a devida importância ao sentimento antipetista existente no eleitorado brasileiro, tornando outros fatores eleitorais relevantes menos influentes na próxima eleição.

clip_image002

Gráficos constantes da Folha de S.Paulo, na sua edição de hoje, cuja matéria deve ser lida na sua íntegra

Leia o restante desse texto »


“Querida Konbini”, de Sayaka Murata

3 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , , , , , , ,

Sobre a autora, basta dizer que ela recebeu o prêmio Akutagawa, o mais importante do Japão, além do Gunzo e do Noma, em 2003 e 2009, respectivamente, para escritores jovens, e o Yukio Mishima, em 2013. Quem começa a sua leitura não consegue abandoná-la até o seu término, com a fluência de um texto ágil e compreensível, sem nenhuma petulância intelectual, ainda que o original seja em japonês. O tema básico pode ser considerado universal.

clip_image002

Capa do livro, divulgada pela Editora Estação Liberdade

Trata-se de um livro simples, mas denso em conteúdo, esclarecendo o que está acontecendo com muitos jovens japoneses, fadado ao sucesso literário também no Brasil e em muitos outros países, o que já conseguiu no Japão. A autora é jovem, ainda com menos de 40 anos, tendo trabalhado por longo período em lojas de conveniência, acumulando conhecimentos não somente teóricos, mas do dia a dia dos seres humanos.

As lojas de conveniência proliferaram nas últimas décadas no Japão, ficando conhecidas como “konbini”, pois os japoneses costumam adaptar novas palavras provenientes do inglês. Elas estão em constante aperfeiçoamento e, diante da atual falta de recursos humanos, já existem as que funcionam sem trabalhadores e caixas no período noturno para os clientes previamente registrados, que são reconhecidos eletronicamente, cujas compras são debitadas automaticamente nas suas contas, como se tudo fora robotizado. Tudo isto agrava a situação do ser humano.

A procura sistemática da eficiência, para agradar ao máximo os clientes, gera até uma situação como a descrita no livro onde os funcionários se tornam parte da organização destes estabelecimentos, como se fossem peças das mesmas. Quase deixam de ser humanos, ainda que tenham suas próprias personalidades e necessidades psicológicas que nem sempre aceitam a padronização que é muito forte na cultura japonesa, não somente do ponto de vista empresarial. Os “diferentes” acabam sendo marginalizados e são abundantes as notícias sobre eles no cotidiano do Japão, ainda que tenham aspirações específicas que nem sempre são compreendidas por todos, que se consideram “normais”.

O livro sugere reflexões dos leitores, pois correspondem ao que está acontecendo diariamente para muitas mulheres que precisam trabalhar temporariamente para complementar a remuneração familiar. Muitos não aspiram formar “famílias” e nem sentem necessidades sexuais, deixando os motéis vazios e reduzindo dramaticamente a taxa de natalidade no Japão atual. O declínio da população não é um privilégio japonês, mas está ocorrendo em muitos países no mundo, ao mesmo tempo em que ocorre um envelhecimento demográfico. O processo implica em desajustes individuais em suas mentes que atingem a muitos, que nem sempre são adequadamente considerados, onde a psicologia e a psicanálise são pouco desenvolvidas, consideradas luxos. O assunto é tratado de passagem na melhor forma que é a literatura de qualidade.

Ainda que o quadro no Brasil seja bastante diferente do Japão, as deficiências do sistema educacional agravam as compreensões adequadas destas necessidades humanas diferenciadas, levando a simplificações dos diagnósticos. Mas os avanços na literatura podem ajudar no entendimento dos dramas humanos que são quase comuns, quase universais.

Apesar da leitura agradável, muitos dos assuntos colocados exigem reflexões mais profundas dos leitores.