Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Nos EUA os Problemas Fiscais Atingem Criminosos

4 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Editoriais e Notícias | Tags: , , , ,

Mesmo quando as autoridades criminais ou políticas não conseguem atingir suspeitos de irregularidades com a rapidez desejada, as autoridades fiscais dos Estados Unidos acabam atingindo os mesmos que tenham usado meios ilícitos para a evasão fiscal. As profundas investigações feitas pelo The New York Times, examinando mais de 100 mil páginas de documentos aumentaram as suspeitas que Donald Trump tenha ajudado ao seu milionário pai Fred a reduzir as tributações devidas promovendo transferências de patrimônios para seus familiares, entre outras manobras, o que é negado pelo atual presidente, Mas as autoridades fiscais suspeitam que investigações adicionais possam o incriminá-lo levando até ao seu afastamento do cargo. O jornal concorrente The Washington Post repercute o assunto, começando a chegar perto ao que provocou o afastamento de Richard Nixon no episódio Watergate.

clip_image002

Donald Trump, que alega ter feito a sua fortuna sozinho, e o milionário Fred Trump, que o teria ajudado promovendo uma evasão fiscal

Leia o restante desse texto »


A Dura Realidade Eleitoral que Está se Revelando Finalmente

3 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Editoriais e Notícias | Tags: , ,

Tudo indica que está ocorrendo agora uma avalanche eleitoral capaz de precipitar resultados desmoralizantes para muitos pretensos analistas políticos, notadamente os acadêmicos. Poucos deram a devida importância ao sentimento antipetista existente no eleitorado brasileiro, tornando outros fatores eleitorais relevantes menos influentes na próxima eleição.

clip_image002

Gráficos constantes da Folha de S.Paulo, na sua edição de hoje, cuja matéria deve ser lida na sua íntegra

Leia o restante desse texto »


“Querida Konbini”, de Sayaka Murata

3 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , , , , , , ,

Sobre a autora, basta dizer que ela recebeu o prêmio Akutagawa, o mais importante do Japão, além do Gunzo e do Noma, em 2003 e 2009, respectivamente, para escritores jovens, e o Yukio Mishima, em 2013. Quem começa a sua leitura não consegue abandoná-la até o seu término, com a fluência de um texto ágil e compreensível, sem nenhuma petulância intelectual, ainda que o original seja em japonês. O tema básico pode ser considerado universal.

clip_image002

Capa do livro, divulgada pela Editora Estação Liberdade

Trata-se de um livro simples, mas denso em conteúdo, esclarecendo o que está acontecendo com muitos jovens japoneses, fadado ao sucesso literário também no Brasil e em muitos outros países, o que já conseguiu no Japão. A autora é jovem, ainda com menos de 40 anos, tendo trabalhado por longo período em lojas de conveniência, acumulando conhecimentos não somente teóricos, mas do dia a dia dos seres humanos.

As lojas de conveniência proliferaram nas últimas décadas no Japão, ficando conhecidas como “konbini”, pois os japoneses costumam adaptar novas palavras provenientes do inglês. Elas estão em constante aperfeiçoamento e, diante da atual falta de recursos humanos, já existem as que funcionam sem trabalhadores e caixas no período noturno para os clientes previamente registrados, que são reconhecidos eletronicamente, cujas compras são debitadas automaticamente nas suas contas, como se tudo fora robotizado. Tudo isto agrava a situação do ser humano.

A procura sistemática da eficiência, para agradar ao máximo os clientes, gera até uma situação como a descrita no livro onde os funcionários se tornam parte da organização destes estabelecimentos, como se fossem peças das mesmas. Quase deixam de ser humanos, ainda que tenham suas próprias personalidades e necessidades psicológicas que nem sempre aceitam a padronização que é muito forte na cultura japonesa, não somente do ponto de vista empresarial. Os “diferentes” acabam sendo marginalizados e são abundantes as notícias sobre eles no cotidiano do Japão, ainda que tenham aspirações específicas que nem sempre são compreendidas por todos, que se consideram “normais”.

O livro sugere reflexões dos leitores, pois correspondem ao que está acontecendo diariamente para muitas mulheres que precisam trabalhar temporariamente para complementar a remuneração familiar. Muitos não aspiram formar “famílias” e nem sentem necessidades sexuais, deixando os motéis vazios e reduzindo dramaticamente a taxa de natalidade no Japão atual. O declínio da população não é um privilégio japonês, mas está ocorrendo em muitos países no mundo, ao mesmo tempo em que ocorre um envelhecimento demográfico. O processo implica em desajustes individuais em suas mentes que atingem a muitos, que nem sempre são adequadamente considerados, onde a psicologia e a psicanálise são pouco desenvolvidas, consideradas luxos. O assunto é tratado de passagem na melhor forma que é a literatura de qualidade.

Ainda que o quadro no Brasil seja bastante diferente do Japão, as deficiências do sistema educacional agravam as compreensões adequadas destas necessidades humanas diferenciadas, levando a simplificações dos diagnósticos. Mas os avanços na literatura podem ajudar no entendimento dos dramas humanos que são quase comuns, quase universais.

Apesar da leitura agradável, muitos dos assuntos colocados exigem reflexões mais profundas dos leitores.


Calamidade Recente do Supremo Tribunal Federal

2 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Política | Tags: , ,

A Constituição de 1988 deu a última palavra no Brasil ao Supremo Tribunal Federal (STF), mas parece que os políticos em nada ajudaram para justificar a relevância deste organismo no seu efetivo funcionamento nas últimas décadas. Diversas administrações indicaram nomes que não contavam com o mínimo de contribuições jurídicas nas suas carreiras ao imagecargo de ministro. No passado, muitas notáveis personalidades fizeram parte do STF, ainda que não se deva se prender ao que já faz parte da história brasileira. O Legislativo, que deveria submeter os candidatos indicados para o Supremo pelo presidente da República a duros exames, não conta com figuras com notório saber jurídico, ao mesmo tempo em que aparentam admitir nomes modestos na esperança de usufruírem posteriormente de suas benesses.

Supremo Tribunal Federal presidido por Dias Toffoli

Leia o restante desse texto »


O Mocotó da Vila Medeiros

2 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Gastronomia | Tags: , , ,

clip_image002O chef Rodrigo Oliveira vai adaptando e aperfeiçoando a empresa que herdou de seu pai, abrindo filiais simples em outras localidades, como no Mercado de Pinheiros, e o Balaio, no Museu Moreira Salles, na Avenida Paulista, ajustando-se à dura realidade da economia brasileira atual.

Paçoca de confit de pato da Esquina Mocotó, na Vila Medeiros. Foto do artigo publicado no site da Folha de S.Paulo que vale a pena ser lido na íntegra

Leia o restante desse texto »


Aperfeiçoamentos Possíveis na Culinária Brasileira

1 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Gastronomia | Tags: , ,

Apesar da ampla divulgação que se processa, principalmente por intermédio dos programas de TV sobre a culinária brasileira que oferece contribuições positivas, não se consegue transmitir alguns cuidados para evitar inconvenientes como os efeitos de alguns produtos sobre a atual obesidade da população, que se tornou uma praga nacional. Também se dissemina pela imprensa esforços locais para o uso de plantas alimentares não convencionais, chamadas de PANC, sem que cuidados sejam recomendados para os seus usos indiscriminados que podem incorporar alguns inconvenientes.

clip_image002

Um estrangeiro que visita o Brasil se impressiona com a exagerada quantidade de programas que cuidam da culinária, sem que se recomendem cuidados para se evitar a obesidade de uma população que se tornou mais sedentária

Leia o restante desse texto »


A Invejável Culinária Saudável Chinesa

1 de outubro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Gastronomia e Saúde | Tags: , , ,

clip_image002Todos sabem que a milenar gastronomia chinesa não só influenciou toda a Ásia como o mundo. No artigo publicado por Dong Fangyu no China Daily, informa-se sobre uma pequena amostra que impressiona os leitores, a culinária que foi atualizada com base no que se recomenda na Tradicional Medicina Chinesa.

Esta culinária está inspirada na Tradicional Medicina Chinesa, que se baseia no equilíbrio entre o yin e o yang. Foto do China Daily

Leia o restante desse texto »


Cautelas Indispensáveis dos Assessores Acadêmicos

28 de setembro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Editoriais e Notícias | Tags: , ,

Com o desprestígio atual da classe política, aparecem muitos acadêmicos com boas formações, até no exterior, que imaginam poder contribuir com suas visões para resolver clip_image001muitos problemas complexos da realidade brasileira. No entanto, sem que estas ideias tenham a adequada germinação com a compreensão dos dirigentes políticos e seus representados, as possibilidades de que possam ser implementadas no Brasil acabam sendo limitadas.

O duro agreste nordestino, onde para se sobreviver há que se utilizar as experiências acumuladas ao longo do tempo

Leia o restante desse texto »


Restaurante Nobu em São Paulo

28 de setembro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Gastronomia | Tags: , , ,

imageJosimar Melo, sempre bem informado sobre o que acontece em matéria de restaurantes no mundo, informa no seu artigo publicado na Folha de S.Paulo a inauguração de um novo restaurante Nobu ainda neste ano, que deverá se seguir com um hotel possivelmente no próximo ano.

O conhecido chef Nobu Matsuhisa com seu sócio Robert De Niro

Leia o restante desse texto »


Assuntos que Deveriam ser Discutidos pelos Candidatos

25 de setembro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Política | Tags: , ,

Todos estão sentindo de forma aguda nesta atual campanha eleitoral que a maioria dos candidatos não está apresentando um programa detalhado do que seu partido ou coligação entende como indispensável na reforma política e eleitoral para o Brasil. O tempo de que os candidatos dispõem nos debates acaba sendo de alguns minutos para cada apresentação na televisão e nas rádios, diante do número exagerado de partidos e candidatos, o que só permite uma visão geral sem nenhum detalhe que costuma ser relevante. Nenhuma democracia razoável conta com tantos partidos como no Brasil, pois não há espaço para tantas diferentes posições ideológicas, e quando muito podem existir alguns partidos adicionais somente para representação local e não nacional.

clip_image002

No primeiro debate dos presidenciais em 2018 realizado pela TV Bandeirante, os candidatos precisavam expressar em poucos minutos seus pontos de vista, tanto das questões apresentadas pelos jornalistas como por outros candidatos, resultando uma exposição pouco profunda e mais emocional

Leia o restante desse texto »