Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Olimpíadas de Tóquio

14 de maio de 2021
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , , ,

Por mais lamentável que seja, problemas econômicos e políticos não devem superar os de saúde da população e dos atletas. O primeiro-ministro Yoshihide Suga afirma que a prioridade não deve ser a realização das Olimpíadas de Tóquio, deixando a responsabilidade final da imagedecisão para o presidente do COI – Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, que não foi a Tóquio, por hora, para evitar qualquer acidente.

Thomas Bach, presidente do COI, evitou ir por hora a Tóquio, com o risco da Covid-19

O primeiro-ministro Yoshihide Suga lavou as mãos, dizendo que sua prioridade não é a Olimpíadas de Tóquio, mas a decisão final seria do Thomas Bach, presidente do COI.

Todos sabem que o governo japonês e as empresas japonesas fizeram grandes investimentos para a realização das Olimpíadas, mas todos temem contágios da Covid-19 para o público japonês, os atletas e voluntários do evento. Por mais que cuidados já estejam sendo tomados, evitando-se públicos estrangeiros, mas os sinais no Japão são preocupantes com o aumento dos contágios, ainda que mínimo.

O problema fundamental continua sendo os prejuízos dos japoneses no caso do cancelamento das Olimpíadas, que já estão ocorrendo e se a pandemia crescer em decorrência das Olimpíadas as autoridades arcarão com seus custos políticos.

Deixar o assunto até as vésperas dos jogos que devem ocorrer a partir de 23 de julho próximo já é uma calamidade, mesmo minimizada. São controvertidas as opiniões públicas sobre o assunto, mas certamente existem muitos japoneses que entendem que o cancelamento será inevitável.

As autoridades japonesas continuam afirmando que as Olimpíadas serão realizadas, com adaptações já decididas. As maratonas já foram transferidas para Hokkaido, no norte do país, quando normalmente deveria ocorrer em Tóquio.

Muitos atletas brasileiros continuam treinando como podem para participar do evento, mas as incertezas existentes não devem proporcionar os melhores resultados, pois muitas preparações não estão realizadas nas suas condições ideais. Isto deve estar acontecendo com as equipes de outros países.

Qualquer que seja a decisão final, o mínimo que está acontecendo é um prejuízo no campo psicológico.


2659 Mortes Por Dia

19 de março de 2021
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , , , , , , ,

Um artigo de Paulo Favero, publicado no site do Estadão, mostra as mortes diárias (em vermelho) e as médias semanal dos últimos dias (em preto), num gráfico assustador. Nas bolas na parte debaixo figuram os dados acumulados de mortes, sendo a última de 18 de março (ontem) de 287.785. Os dados começam em 17 de março de 2020 terminando ontem.

clip_image002

Parte que foi possível copiar, mostrando a evolução das mortes devido à Covid-19 no Brasil

O consórcio dos jornais foi formado pelo Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha de S.Paulo e UOL, em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde. Segundo os números do governo, foram recuperadas 10.399.432 pessoas. No artigo não consta a informação de quantos foram vacinados.

Os prefeitos e os governadores, baseados nas recomendações dos especialistas, estão aconselhando isolamentos, inclusive o lockdown, diante das filas por leitos nos hospitais e falta de medicamentos para entubação, mas o presidente está contra, ameaçando com medidas judiciais.

Os jornais brasileiros estão muito críticos ao governo e a morte do senador major Olimpio provocou preocupações entre os parlamentares. Deve se notar que o chefe dos Ajudantes de Ordem do presidente teve o mesmo lamentável destino. Até agora parece que existem dois ministros da Saúde, pois um não foi ainda empossado, mas fala tanto como o demitido. A Datafolha registrou que 79% dos entrevistados consideram a saúde fora de controle.

Mas existem muitos que afirmam que é o governo que está sem um comando adequado, com a indicação do novo presidente do Banco do Brasil, Andre Brandão, cujo ex-presidente Rubens Novaes afirma que é como nomear um coronel como ministro do Exército.

Mesmo evitando um pessimismo exagerado, nota-se que os veículos de comunicação social estão noticiando muitos fatos preocupantes, com o governo nomeando um militar para cuidar deste setor. Parece ser necessário rezar e muito, pois o governo retirou encargos das igrejas.


Covid 19 Chegou ao Palácio do Planalto

18 de março de 2021
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , , ,

Ninguém gosta de confirmar notícias preocupantes, mas a situação no Brasil chegou a ponto que não pode ser ignorada. O supervisor dos Ajudantes de Ordem, sargento Silvio Kammers, do presidente Jair Bolsonaro faleceu vítima da Covid-19, ele que tinha missão de ficar ao seu lado. Ao mesmo tempo, 2.798 pessoas perderam a vida em um dia no Brasil pelo mesmo motivo, batendo recorde. Datafolha, que faz as pesquisas de opinião, anuncia uma feita nos últimos dias 15 e 16 de março, onde 54% dos entrevistados deixaram de apoiar o governo, e clip_image002que 43% responsabilizam o próprio presidente pela situação no setor sanitário. Anuncia-se que um cardiologista, Marcelo Queiroga, assume o ministério da Saúde, quando o problema aparenta ser de outro setor, que fica na cabeça.

Cardiologista Marcelo Queiroga, presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologista, confirmado como o novo ministro da Saúde

Leia o restante desse texto »


Dura Realidade Brasileira

13 de março de 2021
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Política, Saúde | Tags: , , ,

Por mais que se procurem notícias estimuladoras para os brasileiros, não é possível fechar os olhos para a dura realidade que atinge a população, que é mais arrasadora para os menos privilegiados do país. O contraste com o que acontece no resto do mundo, que já é alarmante infelizmente, chama a atenção da imprensa internacional. Muitos chegam até ao desespero, que nada ajuda, mas países como os Estados Unidos chegam à decisão de utilizar US$ 1,9 trilhões para resolver seus problemas, enquanto o Brasil não tem condições para mobilizar frações desta cifra.

imageO Brasil chegou a 2.349 mortes diárias devido à pandemia da Covid-19, estando totalmente desorganizado para enfrentar esta situação. Ao mesmo tempo se discute as possibilidades da próxima eleição presidencial que ainda está distante, com a possível volta de Lula da Silva para fazer frente à calamidade chamada Jair Bolsonaro e seu governo.

Lula da Silva volta a ter possibilidade de disputar a próxima eleição presidencial

Leia o restante desse texto »


Máscaras Para a Atual Pandemia

22 de fevereiro de 2021
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , ,

Muitos artigos estão sendo elaborados recentemente sobre o uso das máscaras para defesa dos efeitos da atual pandemia da Covid-19 em diversas partes do mundo. Um artigo de Issam Ahmed, da agência noticiosa AFP, foi publicado junto com a agência JIJI, entre outros veículos no Japan Today. Está se constatando que o uso da máscara cirúrgica conhecida como N-95, clip_image002combinado com outra de algodão, formando uma dupla, parece a mais conveniente para a filtragem dos vírus e se ajustar melhor no rosto, evitando o seu vazamento.

Máscara dupla, combinando o chamado N-95 com outra de algodão, fazendo a filtragem dos vírus e evitando seu vazamento

Leia o restante desse texto »


Vacinação no Japão Para Covid-19

20 de fevereiro de 2021
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , , ,

Para quem conhece o Japão somente a distância, chega a ser surpreendente que só agora a vacinação da população contra a Covid-19 tenha se iniciado de forma massiva, num país onde imageos idosos são em grande número e a população toma todos os cuidados necessários como o uso de máscaras, lavagem das mãos e máximo de isolamento.

Idosos no Japão são muitos relativamente e a população usa máscaras e todos os cuidados são tomados para evitar a propagação da Covid-19

Leia o restante desse texto »


Vacinas Podem Reduzir as Transmissões da Covid-19

4 de fevereiro de 2021
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , ,

Uma notícia divulgada pela agência noticiosa AP espalhou-se pelo mundo. No Japão, o jornal The Mainichi posta uma extensa matéria sobre o assunto e no Brasil a Folha de S.Paulo apresenta um resumo da notícia promissora, que ainda necessita de pesquisas adicionais, com base nas já efetuadas pela AstraZeneca. Os resultados preliminares da Universidade de Oxford informam que o atraso no fornecimento da segunda dose, recomendada de quatro semanas, poderia ser ampliada, pois ela vai eliminando as transmissões, inclusive dos assintomáticos. A maior autoridade nos Estados Unidos sobre o assunto, Dr. Anthony Fauci, clip_image002posiciona-se contra o aumento do intervalo que está sendo efetuado pela Pifzer e Modena, as vacinas mais utilizadas no Ocidente, mas a quantidade existente ainda é insuficiente para todos.

As vacinas da Oxford/AstraZeneca estão sendo aplicadas no Brasil, mas a sua quantidade ainda é insuficiente e a sua segunda dose está sendo retardada, mas já evita as transmissões, segundo o noticiário

Leia o restante desse texto »


Tentando Entender as Diferenças da Covid-19 Entre Países

2 de fevereiro de 2021
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , ,

Quando se observam as estatísticas japonesas e brasileiras sobre contágios e mortes com a Covid-19, as diferenças acentuadas chamam a atenção e ainda que casos isolados não possam fornecer informações seguras acabam sendo algumas pistas das diferenças de comportamento dos dois povos.

Um amigo que mora em Tóquio e possui um imóvel nas proximidades do Monte Fuji informou que há seis meses só tem contatos com seus netos por meios eletrônicos. Meus netos, com todos os cuidados indispensáveis, como o uso de máscaras e uso constante do álcool gel, frequentam pessoalmente minha residência em São Paulo com maior assiduidade, ainda que clip_image002também usem meios eletrônicos. Parecem ser diferenças culturais importantes que determinam resultados diversos de saúde da população, ainda que não possam ser considerados indicadores científicos, mas meras suspeitas.

Japonesas reclusas em suas residências por causa da Covid-19

Leia o restante desse texto »


Todos os Ovos Numa Cesta só…

22 de janeiro de 2021
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , , , ,

O mundo está enfrentando problemas na disponibilidade de vacinas para a Covid-19, notadamente no Brasil. As matérias-primas indispensáveis estão na mão de poucos países e outros produtores ainda não conseguiram resultados confortantes, como nos casos de Oxford e dos russos. Esta exagerada concentração em poucos produtores aumentam os riscos, como está se constatando. Ainda que haja instituições capazes de produzir muitas vacinas, como o Instituto Butantan e a FIOCRUZ – Fundação Oswaldo Cruz, seus recursos disponíveis são limitados, dependendo de entendimentos com outras organizações.

O importante é que o Brasil tinha sido eleito para o início das pesquisas na procura de vacinas confiáveis, dada as tradições existentes no setor e a disponibilidade de populações de diversas origens habitando regiões com diferentes características. Isto daria a preferência no fornecimento das vacinas confiáveis, mas numa quantidade insuficiente para atender às necessidades de toda a população brasileira.

clip_image002clip_image004

Instituto Butantan e Fiocruz no Brasil, que poderiam estar mais ativas se contassem com o apoio das autoridades

Leia o restante desse texto »


A Morte Virou Motivo de Disputa Política

18 de janeiro de 2021
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , , ,

O artigo publicado por Igor Gielow no site da Folha de S.Paulo deixa claro que a aplicação da vacina para Covid-19 na enfermeira Mônica Calazans, do Hospital das Clínicas de São Paulo, tornou-se um item da disputa de João Doria e Jair Bolsonaro, apesar do lamentável empenho do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Tão logo a ANVISA aprovou por unanimidade o uso emergencial da vacina da Coronavac e da Oxford, ela foi aplicada, com foto publicada pela clip_image002imprensa. A vacina que o ministro da Saúde afirmou que estava em suas mãos só será aplicada no próximo dia 20, quarta feira, possivelmente.

O governador de São Paulo logo após a vacina ter sido aplicada na enfermeira Mônica Calazans, no Hospital das Clínicas de São Paulo

Leia o restante desse texto »