Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Beleza Forçando o Natural

2 de Abril de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , ,

Um artigo publicado por Hugh Datzman no Japan Times informa que os pesquisadores japoneses conseguiram uma segunda florada das cerejeiras no outono japonês, juntando a beleza daquela estação com a principal atração japonesa para o turismo interno e externo. Isto foi possibilitado pelas pesquisas dos botânicos da Universidade de Kyoto que trabalhavam com o arroz, visando conseguir safras adicionais como os vietnamitas conseguiram, obtendo quatro safras por ano.

clip_image002

Muitos japoneses e turistas estrangeiros ficam encantados com as cores das folhas no outono japonês. Agora esperam conciliar com as floradas adicionais das cerejeiras na mesma época, conforme foto publicado no Japan Times

Uma das características da cultura japonesa é acompanhar as mudanças que ocorrem durante o ano, marcado pelas diferenças das diversas estações naquele país. Os conservadores preferem e aguardam até com certa ansiedade as marcas profundas da natureza durante o ano.

Os pesquisadores, com a manipulação da genética das cerejeiras, conseguiram que o sakura florescesse duas vezes por ano, além do início da primavera também no outono que apresenta suas belezas com as folhas amareladas-avermelhadas que são encontradas por toda a parte daquele país.

À primeira vista, isto acaba provocando um choque para os observadores, ainda que as floradas de alguns tipos de cerejeiras tenham uma época diferente como no Brasil. No Japão, estas floradas começam pelo sul, em Okinawa, e vão evoluindo por semanas até chegar ao norte do Japão, em Hokkaido.

Já estão chamando estas cerejeiras de aki sakura, ou seja, sakura de outono, entusiasmando profissionais ligados ao turismo que poderiam associar duas atrações, a florada com o colorido do outono. Mas outras atrações também seriam associadas, como confeitos e toda a gastronomia que tentarão associar uma ampla gama de produtos que existem somente numa das estações.

A ideia tem partidários a favor como também provocam já movimentos para preservar o que já existe atualmente no Japão, que tem uma grande marca da diversidade durante o ano.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: