Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Sequência de Feriados

3 de Abril de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: ,

aeroportos Cada país adota um critério para estabelecer os seus dias de feriados, gerando dificuldades no mundo globalizado quando os negócios dependem não somente das condições locais, mas do mercado internacional. Mas as razões locais são fortemente arraigadas, e poucas mudanças podem ser esperadas.

Nos países de tradição cristã, principalmente católica, a Semana Santa é considerada de grande importância, quando se recorda a paixão que levou à morte de Jesus Cristo, até a sua ressurreição. É precedido pela Quaresma, quarenta dias onde muitos católicos evitam o consumo de carne, até a Páscoa, que marca o renascimento. É verdade que muitos costumes estão se alterando, até com a aprovação do Papa. Mas em alguns países como as Filipinas ocorrem automutilações, tentando reproduzir sofrimentos como os que ocorreram com Cristo.

No Japão, neste período que coincidiu com a Semana Santa, há uma série de feriados, que denominam “Golden Week”, que é aproveitado pela população para fazer viagens mais longas. É preciso entender que os japoneses não tinham a tradição de férias nos seus empregos, e estas datas eram aproveitadas para visitar parentes. Hoje, são destinados a viagens para destinos turísticos, principalmente no exterior.

Os jornais japoneses anunciam que se estima em 22 milhões de viajantes, cerca de 20% da população do Japão, aumentando cerca de 1% com relação ao ano passado. Além da redução dos custos destas viagens, há um sinal que o pior da recessão econômica começa a ser superada, para alívio mundial.

Evidentemente, fluxos concentrados desta natureza provocam toda a ordem de problemas. Os aeroportos ficam superlotados, as reservas de passagens dos trens e outros meios de transporte precisam ser feitas com antecedência, os hotéis recebem mais pedidos que a sua capacidade de atendimento. Mas tudo acaba em festa, pois os seres humanos não vivem somente do trabalho, mas necessitam de lazer, inclusive na companhia dos seus familiares, laços que estão se tornando mais tênues no mundo atual.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: