Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Culinária Japonesa em São Paulo

4 de Maio de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Gastronomia | Tags: ,

Com a disseminação até exagerada de restaurantes destinados à culinária japonesa em São Paulo, está se tornando muito difícil distinguir os que são de boa qualidade dos que simplesmente aproveitam a moda. Esforços estão sendo feitos, ainda que não se pretenda “certificar” os mesmos, pois existe demanda para tudo, e a maioria vem se empenhando em servir o que faz bem à saúde. O tempo selecionará os melhores.

Mas existem, infelizmente, alguns fundamentos que nem sempre são seguidos, principalmente por aqueles que não receberam um treinamento longo e cuidadoso, mesmo com toda a criatividade e boa vontade. Outros se esmeram em contar com uma frequência de uma clientela “badalada”, gente bonita, o que é sempre agradável, mas que não distinguem a qualidade do que é servido.

rangetsu rangetsu_prato

Saquês e pratos especiais do Rangetsu

Alguns estabelecimentos contam com o suporte de profissionais japoneses que receberam treinamento onde se originou esta culinária, que costuma ser demorado, demandando mais de 10 anos de aprendizado e prática. E contam com uma retaguarda que os diferenciam.

O Rangetsu de Tokyo (que tem sede em Guinza, Tóquio) sempre pretendeu atender executivos japoneses, cujo número haviam sido reduzidos em São Paulo, entre seus clientes. Agora, com uma nova onda que traz para o Brasil muitas missões, com empreendimentos já em curso, depois de 10 anos, retoma-se a orientação original. Começa a contar agora com a assistência de um reconhecido chef como o Shinya Koike, proprietário do premiado Aizomê, que já tem tradição em São Paulo. Será uma contribuição importante para a volta do seu prestígio original.

Paulatinamente, volta a aperfeiçoar o seu cardápio, com o treinamento do seu pessoal profissional, pois o estabelecimento conta com instalações adequadas, que podem ser melhoradas, tendo uma localização conveniente.

Estes esforços acabam provocando uma reação semelhante de outros estabelecimentos, dentro de uma concorrência que certamente melhorará, sensivelmente, a qualidade da culinária servida no Brasil. Cogita-se, também, do aumento do intercâmbio com profissionais consagrados do Japão, que se mostram curiosos com as matérias-primas disponíveis num país emergente como o Brasil. E onde todas as culinárias estão melhorando, com a formação de novos profissionais nas muitas escolas que se multiplicam em São Paulo.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: