Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Automóveis Mais Eficientes e Menos Poluidores na China

2 de Maio de 2013
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais, Notícias, webtown | Tags: , , | 2 Comentários »

Todos sabem que a China enfrenta problemas de tráfego dos automóveis como os problemas de poluição, como o que acontece também em países como o Brasil. O jornal econômico japonês Nikkei informa que as autoridades daquele país adotaram exigências duras similares anos que se encontram no Japão, na Europa e nos Estados Unidos sobre estes aspectos. A versão chinesa assemelha-se aos dos Estados Unidos, que em 1975 apelaram para a melhora de 50% na eficiência no consumo de combustíveis dos automóveis para 2020 com relação aos níveis atuais, bem como a redução de 30% nas emissões de CO2, ou seja, dióxido de carbono.

A meta de eficiência no uso do combustível para as montadoras será elevada para uma média de 14,5 quilômetros por litro de gasolina em 2015, uma melhora de 10% a partir de 2012. A meta para 2020 é de 20 quilômetros, comparável ao dos países desenvolvidos. As metas de emissão de CO2 serão semelhantes às europeias. Os veículos novos que não atenderem estas exigências não poderão ser comercializados, o que até especialistas japoneses consideram exigências duras que poderão diminuir as possibilidades de produção até das montadoras japonesas naquele país.

how-to-avoid-traffic-jams-35319_29AEC3F79071E4DB9B2B8A97549798B77

Congestionamentos na China e em São Paulo: problemas de mobilidade e poluição do ar

Todos sabem que os chineses enfrentam problemas sérios de poluição. O artigo afirma que os automóveis representam 70% do consumo de petróleo da China, e que em 2012 a venda de carros novos totalizaram 19,3 milhões, aumentando seus problemas nas estradas e nos centros urbanos.

No ritmo de crescimento da demanda atual de automóveis que já conta com 100 milhões de veículos, o número que devem atingir nos próximos cinco anos é de 200 milhões. São cifras que, mesmo para os padrões chineses, acabam sendo assustadores.

Este problema não é somente dos chineses, mas o que se assemelha está acontecendo nos países emergentes, inclusive no Brasil. Apesar do uso do etanol na gasolina, ou simplesmente com 100% de etanol, os automóveis continuam tendo baixas eficiências e elevada capacidade de poluição. Há necessidade de aumentar as exigências para as montadoras de veículos, com metas claras para os próximos anos, de tal forma que pesquisas adicionais sejam efetuadas, e os modelos produzidos no país estejam suficientemente atualizados como os lançados mundialmente, inclusive nos países desenvolvidos.


2 Comentários para “Automóveis Mais Eficientes e Menos Poluidores na China”

  1. Daniel Girald
    1  escreveu às 21:27 em 10 de outubro de 2016:

    A imagem apresentada como sendo na China aparenta ser na Índia. A cor da placa dos carros na China é azul, enquanto na foto aparecem placas brancas.

  2. Paulo Yokota
    2  escreveu às 09:28 em 12 de outubro de 2016:

    Caro Daniel Girald,

    Obrigado. É possível que tenha havido uma confusão.

    Paulo Yokota


Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: