Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Surpreendentes Resultados de Pesquisas Sobre a Alimentação

25 de Maio de 2017
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , ,

Uma pesquisa efetuada no Japão envolvendo especialistas do National Cancer Center Japan rastreou 80 mil homens e mulheres de 45 a 74 anos, por 15 anos, chegando a resultados surpreendentes sobre os hábitos alimentares.

clip_image002

Tabela constante do artigo no site do The Asahi Shimbun

Informa-se num artigo de Tatsuyuki Kobori publicado no The Asahi Shimbun que os resultados de uma grande pesquisa efetuada no Japão serão divulgados na revista científica norte-americana PLOS ONE, pois se sente a carência de informações mais detalhadas somente com a leitura do artigo no jornal. No entanto, como uma primeira indicação existe resultados surpreendentes, pois a culinária japonesa está sendo considerada mais saudável em todo o mundo. O que se recomenda no artigo é que os consumos como de missogirus sejam reduzidos, ao mesmo tempo em que se adicionaria o consumo de um copo de leite, entre outros dos hábitos ocidentais.

Foram pesquisados 80 mil homens e mulheres de diversas partes do Japão, com a participação do Department of Epidemiology and Prevention at the National Center for Global Health and Medicine e do National Cancer Center of Japan, com idades de 45 a 74 anos, durante 15 anos.

O grupo foi dividido pelos 134 produtos que consomem, considerados os tipos bem como as quantidades, estabelecendo uma ordenação por cotações. Eles foram divididos entre Prudentes, Ocidentalizados e Tradicionais Japoneses. Os Prudentes seriam de uma dieta contemporânea japonesa, com elevada quantidade de vegetais, frutas, batatas, produtos de soja, cogumelos, algas, pescados e chá verde. Eles foram divididos em quatro grupos, com base nestas cotações. No grupo de topo do primeiro quarto, os Prudentes foram comparados com os 25% mais baixos, chegando-se que 20% dos primeiros tinham menos chances de morte.

Os Ocidentalizados pelas suas dietas foram incluídos nos amplos consumos de produtos não japoneses e bebidas, como carnes, laticínios, pães, sucos de frutas e café. O grupo que ficou no topo dos 25% mais altos tinham 10% menos de chances de morte quando comparados com que estavam no quarto mais baixo.

Nos de dietas Tradicionais Japonesas, o centro era o arroz, missogirus, picles e vegetais salgados, produtos marinhos e não foram encontradas diferenças no grupo de cima como de baixo. Um dos pesquisadores, Tetsuya Mizone, sugere que os que adotam refeições japonesas poderiam aumentar moderadamente o consumo de carnes e laticínios, para obterem maior longevidade.

É preciso que se esclareça que os japoneses costumam consumir missogirus muito quentes e salgados, o que acontece também com os chás ferventes que favorecem o câncer no aparelho digestivo. Os consumos de picles salgados também costumam aumentar as pressões arteriais e suas consequências. De outro lado, os japoneses não tinham o hábito do consumo de leite e seus derivados bem como carnes em quantidade, o que pode sugerir que uma dieta mais balanceada pode provocar longevidade, o que parece óbvio.

Uma conclusão mais clara poderá ser obtida com a leitura do estudo mais completo do ponto de vista científico, que será possível com a leitura do artigo no PLOS ONE.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: