Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Carlos Ghosn Não Merece o Espaço que a Imprensa lhe dá

9 de janeiro de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias | Tags: , , | 89 Comentários »

Já comentamos no passado que as legislações sobre as investigações dos comportamentos de alguns empresários variam de país para país com grande diferença cultural e a quase totalidade dos que são acusados no Japão nos inquéritos feitos admite seus erros, encerrando rapidamente o processo. Pode haver algumas imperfeições no Japão, mas imaginar que imageCarlos Ghosn não tenha cometido nenhuma irregularidade parece um conto da carochinha. Esta é a última vez que nos damos ao trabalho de escrever sobre o assunto, pois achamos que ele acabou se enrolando no seu suposto sucesso.

Carlos Ghosn em entrevista internacional em Beirute

Todos sabem que existem diferenças nas legislações dos diversos países e a ministra da Justiça do Japão mencionou-as no seu pronunciamento sobre o assunto. Pode até ser que a legislação japonesa não reproduza o que está sendo atualmente adotada em diversos países, comportando aperfeiçoamentos futuros. Mas não se justifica a fuga cinematográfica de Carlos Ghosn que já se encontra no Líbano, tendo evitado viajar para a França ou ao Brasil, sem que mesmo seu advogado no Japão estivesse informado sobre ela.

Quando uma pessoa conta com passaporte de três diferentes países e tenha usado um quarto na sua fuga não se pode supor que não exista nenhuma irregularidade, que Carlos Ghosn não admite. Muitas de suas atividades envolviam paraísos fiscais que são condenados no Japão, pressupondo-se que algo está sendo feito para redução dos impostos devidos. Ainda que suas remunerações no Japão excedessem os usuais no país ou na Europa, se comparando às dos Estados Unidos.

Está se constatando no inquérito japonês que houve até falsa testemunha de sua esposa e muitas operações feitas no Líbano são altamente discutíveis. Os gastos efetuados na França com o seu casamento em Versailles foram contestados pelas autoridades francesas. Os usos indevidos de patrimônios da Nissan estão evidentes, tanto na França, no Líbano como no Brasil.

Os que estão sendo colocados como os desenvolvimentos tecnológicos futuros perderam qualquer sentido, bem como potenciais fusões com outros grandes grupos automobilísticos no mundo. Parece mais sensato que este assunto esteja sendo encerrado, mesmo que alguns jornalistas o utilizem para preencher a falta de um assunto mais relevante.


89 Comentários para “Carlos Ghosn Não Merece o Espaço que a Imprensa lhe dá”

  1. José Carlos
    1  escreveu às 20:57 em 9 de janeiro de 2020:

    Dr. Yokota:

    Por favor, leia este artigo do “Nihon Keizai Shimbun”:

    Carlos Ghosn’s news conference did not win him vindication he desires

    https://asia.nikkei.com/Opinion/Carlos-Ghosn-s-news-conference-did-not-win-him-vindication-he-desires

  2. Paulo Yokota
    2  escreveu às 23:23 em 9 de janeiro de 2020:

    Caro José Carlos,

    Obrigado, eu tinha visto este artigo.

    Paulo Yokota

  3. Adriana Paoli
    3  escreveu às 23:26 em 9 de janeiro de 2020:

    Yokota, lamento, mas acredito que a mídia ocidental está aceitando a versão do Ghosn. Acredito, porém, que o ex-presidente da Nissan tem o mesmo caráter do Lula, do Maluf, do Collor, do Garotinho, do Sérgio Cabral etc.

  4. Paulo Yokota
    4  escreveu às 17:25 em 15 de janeiro de 2020:

    Cara Adriana Paoli,

    Obrigado pelo seu comentário,

    Paulo Yokota

  5. Mayara de Oliveira
    5  escreveu às 16:11 em 10 de janeiro de 2020:

    E o Sr. Carlos Ghosn conseguiu direitinho fazer-se de vítima… Mas ele nunca me enganará! Trata-se de um criminoso do colarinho branco!

  6. Paulo Yokota
    6  escreveu às 17:23 em 15 de janeiro de 2020:

    Cara Mayra de Oliveira.

    Obrigado pelo seu comentário.

    Paulo Yokota

  7. Carlos Silva
    7  escreveu às 08:13 em 13 de janeiro de 2020:

    Qual a opinião do senhor sobre os artigos abaixo?

    Nissan executives step up planning for potential split from Renault

    https://www.ft.com/content/8e09fb16-353a-11ea-a6d3-9a26f8c3cba4

    France Must Make Nissan Concessions, Or Renault Faces Existential Threat

    https://www.forbes.com/sites/neilwinton/2020/01/13/france-must-make-nissan-concessions-or-renault-faces-existential-threat/#70ae6d017029

  8. Paulo Yokota
    8  escreveu às 17:22 em 15 de janeiro de 2020:

    Caro Carlos Silva,

    Para mim, as empresas automobilísticas tendem a continuar se fundindo.

    Paulo Yokota

  9. Delton L. Lacerda
    9  escreveu às 12:55 em 13 de janeiro de 2020:

    O Carlos Ghosn fugiu do Japão, pois sabia que seria condenado pelos seus crimes (má conduta financeira e quebra de confiança agravada). No Japão, bandido vai para a cadeia!

  10. Paulo Yokota
    10  escreveu às 17:21 em 15 de janeiro de 2020:

    Caro Delton L. Laceerda,

    Obrigado pelo seu comentário.

    Paulo Yokota

  11. Ricardo Sales de Almeida
    11  escreveu às 20:07 em 14 de janeiro de 2020:

    Paulo, lamentavelmente, brasileiros como Lula, Dilma, José Dirceu, Sérgio Cabral Filho, Carlos Ghosn, João Havelange etc. envergonham o nosso país!

    O Ghosn acabou com a própria reputação ao desviar dinheiro da Nissan e da Renault.

  12. Paulo Yokota
    12  escreveu às 17:20 em 15 de janeiro de 2020:

    Caro Ricardo Sales de Almeida,

    Obrigado pelo seu comentário.

    Paulo Yokota

  13. Karine Coelho
    13  escreveu às 22:47 em 14 de janeiro de 2020:

    Yokota, parabéns! Um dos raros articulistas que não caíram nas lorotas do Carlos Ghosn.

  14. Paulo Yokota
    14  escreveu às 17:18 em 15 de janeiro de 2020:

    Cara Karin Coelho.

    Obrigado pelo seu comentário.

    Paulo Yokota

  15. Caio Couto
    15  escreveu às 23:43 em 14 de janeiro de 2020:

    Ao TAPEAR os jornalistas em Beirute, Ghosn mostrou-se apto a seguir a carreira de político no Brasil.

  16. Paulo Yokota
    16  escreveu às 17:16 em 15 de janeiro de 2020:

    Caro Caio Couto,

    Obrigado pelo seu comentário. De minha parte não acho que deva continuar tratando do assunto.

    Paulo Yokota

  17. Igor K. Santos
    17  escreveu às 19:13 em 15 de janeiro de 2020:

    Amigo:

    Por que não uma aliança entre a Honda e a Nissan conforme matéria da Bloomberg?

    https://www.bloomberg.com/news/articles/2020-01-15/maybe-a-nissan-honda-marriage-isn-t-so-unthinkable-after-all

  18. Paulo Yokota
    18  escreveu às 19:27 em 17 de janeiro de 2020:

    Caro Igor K. Santos,

    O que parece é há uma tendência para fusões no setor automobilístico internacional visando aumentar a presença nos mercados do mundo.
    Tenho a impressão que a Nissan e a Honda podem acrescentar pouco juntos, por disporem de tecnologias parecidas e atuarem em mercados semelhantes. Não analise somente o caso brasileiro.

    Paulo Yokota

  19. Luana Greco
    19  escreveu às 23:50 em 15 de janeiro de 2020:

    A Aliança Renault-Nissan já não se sustenta. O melhor é a separação! Que a Nissan faça uma parceria com a Toyota!

    Carlos Ghosn é, a meu sentir, um traidor! Ele não merece mais o meu respeito!

  20. Paulo Yokota
    20  escreveu às 19:23 em 17 de janeiro de 2020:

    Cara Luana Greco,

    Obrigado pelo seu comentário,

    Paulo Yokota

  21. Gabriel Santana
    21  escreveu às 09:00 em 19 de janeiro de 2020:

    Ótimo artigo! Acho que a imprensa mundial está dando uma atenção excessiva a um criminoso do colarinho branco. O Carlos Ghosn tem que ser uma página virada na Nissan.

  22. Paulo Yokota
    22  escreveu às 09:17 em 19 de janeiro de 2020:

    Caro Gabriel Santana,

    Obrigado pelo seu comentário.

    Paulo Yokota

  23. Martha Cardoso Khouri
    23  escreveu às 07:44 em 21 de janeiro de 2020:

    Yokota, nem eu que sou descendente de libaneses acredito no Carlos Ghosn. Ele poderia trabalhar como ator no Líbano, pois ludibriou todos os jornalistas em sua coletiva de imprensa.

  24. Paulo Yokota
    24  escreveu às 11:51 em 22 de janeiro de 2020:

    Cara Martha Cardoso Khouri,

    Obrigado pelo seu comentário.

    Paulo Yokota

  25. Lívia Camargo de Souza
    25  escreveu às 10:22 em 21 de janeiro de 2020:

    O Carlos Ghosn foi um câncer para a Nissan, mas que, felizmente, foi removido.

  26. Paulo Yokota
    26  escreveu às 11:50 em 22 de janeiro de 2020:

    Cara Lívia Camargo de Souza,

    Obrigado pelo seu comentário.

    Paulo Yokota

  27. Joseane B. da Cunha
    27  escreveu às 13:29 em 21 de janeiro de 2020:

    O Carlos GHOSN precisa tomar cuidado, pois está virando uma espécie de “arroz de festa”. Ultimamente, só saem notícias sobre a vinícola dele no Líbano, sobre o vinho de 800 reais que é produzido lá etc. Aliás, essa vitimização dele está ficando chata!

  28. Paulo Yokota
    28  escreveu às 11:48 em 22 de janeiro de 2020:

    Cara Joseane B. da Cunha,

    Obrigado pelo seu comentário.

    Paulo Yokota

  29. Reinaldo Souto
    29  escreveu às 07:20 em 22 de janeiro de 2020:

    Caro Yokota:

    Percebeu que, atualmente, muitas pessoas sem ética alguma se fazem de vítimas quando apanhados?

    Basta lembrar do Lula, Eduardo Cunha, Luiz Fernando Pezão, Carlos Ghosn, Anthony Garotinho, Glenn Greenwald (caso dos hackers) etc.

  30. Paulo Yokota
    30  escreveu às 11:42 em 22 de janeiro de 2020:

    Caro Reinaldo Souto,

    Obrigado pelo comentário. O que fica difícil de ser distinguido é o correto e os sofreram algumas interferências.

    Paulo Yokota

  31. Simone Aparecida
    31  escreveu às 13:00 em 22 de janeiro de 2020:

    Para a ira do Dr. Paulo Yokota….

    Ghosn’s former colleague Kelly stands high chance of acquittal in Japan, ex-prosecutor says

    https://www.autonews.com/executives/ghosns-former-colleague-kelly-stands-high-chance-acquittal-japan-ex-prosecutor-says

  32. Paulo Yokota
    32  escreveu às 03:14 em 23 de janeiro de 2020:

    Cara Simone Aparecida,

    Não tenho nenhum interesse ou preferência empresarial no setor, mas acho inevitável que novas tendências de fusão continuarão acontecendo no mercado mundial de automóveis.

    Paulo Yokota

  33. Maycon R. Abdenur
    33  escreveu às 17:09 em 22 de janeiro de 2020:

    O senhor sabia que o Carlos Ghosn está prevendo a falência da Nissan (fonte: Bloomberg)?

    Ghosn Predicted Nissan Will Go Bankrupt by 2022

    https://www.bloomberg.com/news/articles/2020-01-22/ghosn-predicted-nissan-would-go-bankrupt-by-2022-lawyer-says

  34. Paulo Yokota
    34  escreveu às 03:12 em 23 de janeiro de 2020:

    Caro Maycon R. Abdenur,

    Obrigado pelo comentário.

    Paulo Yokota

  35. Edmundo Novais
    35  escreveu às 14:20 em 23 de janeiro de 2020:

    ÓTIMO artigo!

  36. Paulo Yokota
    36  escreveu às 04:59 em 26 de janeiro de 2020:

    Caro Edmundo Novais,

    Muito obrigado pelo seu comentário.

    Paulo Yokota

  37. Renata Lima de Castro
    37  escreveu às 22:08 em 24 de janeiro de 2020:

    De acordo com o respeitado jornalista Fernando Calmon, ocorreu estranho “corpo mole” das autoridades japonesas. Leia o artigo abaixo:

    Fuga de Ghosn (Portal UOL):

    https://www.uol.com.br/carros/colunas/alta-roda/2020/01/14/fuga-de-ghosn-e-estranha-e-indica-corpo-mole-de-autoridades-japonesas.htm

  38. Paulo Yokota
    38  escreveu às 04:57 em 26 de janeiro de 2020:

    Cara Renata Lima de Castro,

    Obrigado pelo seu comentário.

    Paulo Yokota

  39. Maria Augusta Soares
    39  escreveu às 18:40 em 25 de janeiro de 2020:

    Dr. Yokota:

    Considero o franco-líbano-brasileiro Carlos Ghosn um traidor do Japão. Ele perdeu totalmente o meu respeito. O Sr. Ghosn não passa de um ex-presidiário e foragido da Justiça japonesa.

  40. Paulo Yokota
    40  escreveu às 04:56 em 26 de janeiro de 2020:

    Cara Maria Augusta Soares,

    Obrigado pelo seu comentário.

    Paulo Yokota

  41. Simone Aparecida
    41  escreveu às 10:13 em 30 de janeiro de 2020:

    Veja o que a sua amiga jornalista escreveu, hoje, no Valor Econômico sobre o Ghosn. Acho que o senhor terá de rever os seus pontos de vista.

  42. Paulo Yokota
    42  escreveu às 16:39 em 30 de janeiro de 2020:

    Cara Simone Aparecida,
    Já informei que não falo deste assunto até o seu término, pois acho que é uma perda de tempo.

    Paulo Yokota

  43. Eugênio Barradas Heinen
    43  escreveu às 16:02 em 1 de fevereiro de 2020:

    As únicas pessoas capazes de analisar, tecnicamente, se o Carlos Ghosn cometeu ou não delitos no Japão são os juristas do citado país (professores de Direito nipônico etc.). Jamais saberemos se ele é culpado ou não, pois ele escapou das autoridades japonesas, antes de ser julgado. Logo, eu não sei se o Ghosn está sendo totalmente honesto em suas entrevistas no Líbano. O brasileiro afirma que o sistema criminal da Terra do Sol Nascente é por demais rigoroso, mas será que existe ordenamento jurídico perfeito no mundo? No Brasil, há muita impunidade, como bem disseram alguns leitores do presente site! É possível crer numa conspiração da Polícia, do Ministério Público, do Poder Judiciário do Japão que não queriam a fusão da Renault com a Nissan? Não parece um exagero a afirmação do ex-executivo da Renault-Nissan-Mitsubishi? Enquanto isso, o Ghosn é, atualmente, um foragido da Justiça e procurado pela Interpol… Em minhas leituras, encontrei notícias dizendo o Ghosn é, outrossim, investigado na França e nos EUA… Só há “perseguição política” por parte dos japoneses?

  44. Paulo Yokota
    44  escreveu às 09:46 em 2 de fevereiro de 2020:

    CARO Eugênio,

    Obrigado pelo seu comentário muito sensato.

    Paulo Yokota

  45. Fernando Assad de Paula
    45  escreveu às 10:09 em 2 de fevereiro de 2020:

    Amigo:

    Sabe o real motivo do Carlos Ghosn ter fugido do Japão?

    Lá, com certeza, não há um Supremo Tribunal Federal como o nosso!

    Ministros como Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello etc. não poderiam livrar a cara do Ghosn como fizeram com o Lula!

  46. Paulo Yokota
    46  escreveu às 08:00 em 5 de fevereiro de 2020:

    Caro Fernando Assad de Paula,

    Obrigado pelo seu comentário.

    Paulo Yokota

  47. Carlos H. Azevedo
    47  escreveu às 20:43 em 2 de fevereiro de 2020:

    O Carlos Ghosn, ex-líder da aliança franco-japonesa Renault-Nissan, já conseguiu o que queria: fugir do Japão e de uma suposta “perseguição política”. O franco-líbano-brasileiro já deu o seu recado numa entrevista no Líbano, ao sustentar sua inocência. Agora, certamente, vai escrever um livro, virar filme de Hollywood e série da Netflix. Posteriormente, por favor, o Dr. Ghosn deveria se aposentar de uma vez por todas!Não aguento mais ouvir o mesmo discurso! Parafraseando o personagem Baby Sauro do seriado “Família Dinossauro”: De novo, de novo!”

  48. Paulo Yokota
    48  escreveu às 07:59 em 5 de fevereiro de 2020:

    Caro Carlos H. Azevedo,

    Obrigado pelo seu comentário.

    Paulo Yokota

  49. Ronny Herculano
    49  escreveu às 13:50 em 5 de fevereiro de 2020:

    Morei no Japão por dez anos e acredito que o Carlos Ghosn está sendo bastante desrespeitoso com o citado país e o seu povo. Não posso ingressar na mente do Ghosn para saber se está mentindo ou falando a verdade. Mas li matérias em diversos sites que informam que se tratava de um homem ganancioso e que mandava demitir sem dó nem piedade para manter as margens de lucro das montadoras Renault e Nissan (bem como as suas extravagâncias custeadas pelas empresas). Acho a Terra do Sol Nascente e a sua população maravilhosas e rejeito, totalmente, que o ex-presidente da Nissan fique insultando-as. Aliás, a sua fuga do Japão também não me parece uma atitude, digamos, honrosa, para um marido e pai de quatro filhos. Cada país tem as suas próprias leis e se as de lá são muito rigorosas, azar de quem praticou delitos e que assuma as consequências dos seus atos, inclusive enfrentando a pena de morte (se houver).

  50. Paulo Yokota
    50  escreveu às 08:54 em 7 de fevereiro de 2020:

    Caro Ronny Herculano,

    Obrigado pelos seus valiosos comentários.

    Paulo Yokota

  51. Rodolfo Guedes
    51  escreveu às 15:26 em 5 de fevereiro de 2020:

    Sr. Yokota:

    Recomendo a leitura do artigo abaixo!

    Why Carlos Ghosn’s allegation of an unfair Japanese justice system is unjustified

    http://theconversation.com/why-carlos-ghosns-allegation-of-an-unfair-japanese-justice-system-is-unjustified-130563

  52. Paulo Yokota
    52  escreveu às 08:53 em 7 de fevereiro de 2020:

    Caro Rodolfo Guedes,

    Obrigado pela sua sugestão.

    Paulo Yokota

  53. Leonardo Bastos Freitas
    53  escreveu às 14:20 em 7 de fevereiro de 2020:

    Só as crianças para achar que o franco-líbano-brasileiro foi vítima de uma trama maléfica da Nissan, da Polícia, do Ministério Público, do Poder Judiciário e do governo do Japão que não queriam a fusão da francesa Renault e da Nissan.

    Na real, é mais fácil acreditar num fantástico conluio entre o Godzilla, o Pikachu, o Naruto, o Goku, o Seiya de Pégaso, o Oliver Tsubasa, o Kenshin Himura, o Jaspion, o Jiraiya, o Ultraman, o Jiban, o National Kid, o Spectreman, o Metalder, o Sharivan, os Changeman, os Flashman etc. que, movidos de um forte sentimento de proteger a Nissan e o Japão, armaram para derrubar o Carlos Ghosn.

  54. Paulo Yokota
    54  escreveu às 17:06 em 13 de fevereiro de 2020:

    Caro Leonardo Bastos Freitas,

    Obrigado pelo comentário.

    Paulo Yokota

  55. Elival Siqueira de Macedo
    55  escreveu às 09:16 em 8 de fevereiro de 2020:

    Em entrevista coletiva na capital Beirute, o fugitivo Carlos Ghosn demonstrou que é um ator digno de um Globo de Ouro e de um Oscar, pois, ao que tudo indica, convenceu os jornalistas das suas balelas. Realmente, o brazuca é um “showman”! Como o Líbano não tem uma montadora de automóveis para ele presidir, o Ghosn poderia seguir a carreira artística! Aliás, já notaram a semelhança dele com o icônico humorista Rowan Atkinson, o famoso Mr. Bean? Com certeza, o Dr. Ghosn e o Sr. Atkinson são dois ótimos comediantes!

  56. Paulo Yokota
    56  escreveu às 17:05 em 13 de fevereiro de 2020:

    Caro Elival Siqueira de Macedo,

    Obrigado pelo comentário.

    Paulo Yokota

  57. Alessandro Taveira
    57  escreveu às 20:50 em 8 de fevereiro de 2020:

    O escopo fundamental do Ghosn é robustecer a (falsa) narrativa de que ele jamais fez nadinha de errado, ilícito ou corrupto, e de que é vítima de uma caça às bruxas. É um argumento desonesto para quem, verdadeiramente, conhece o caso, pois a Promotoria japonesa juntou farto material probatório nos autos dos processos criminais a que responde o ex-executivo.

  58. Paulo Yokota
    58  escreveu às 17:03 em 13 de fevereiro de 2020:

    Caro Alessandro Taveira,

    Obrigado pelo comentário.

    Paulo Yokota

  59. Maurício Mancuso
    59  escreveu às 10:20 em 9 de fevereiro de 2020:

    Pelo visto, o Líbano também tem o seu “bandido de estimação”! Aliás, por lá, os libaneses celebraram a fuga do seu herói nacional Carlos Ghosn! Ademais, de acordo com a imprensa local, o próprio presidente do Líbano Michel Aoun recebeu Carlos Ghosn… A propósito, por que não receberiam bem um criminoso do colarinho branco – acusado de evasão fiscal e desvio de ativos da Nissan – se abrigam até terroristas?

  60. Paulo Yokota
    60  escreveu às 17:02 em 13 de fevereiro de 2020:

    Caro Maurício Mancuso,

    Obrigado pelo comentário.

    Paulo Yokota

  61. Jennifer M. Câmara
    61  escreveu às 14:46 em 9 de fevereiro de 2020:

    Querido Dr. Paulo Yokota:

    Como é cediço, o Japão é um país rigoroso com quem desrespeita as leis. O Carlos Ghosn escapou, traiçoeiramente, das autoridades nipônicas, pois sabia que tem culpa no cartório. Simples assim.

  62. Paulo Yokota
    62  escreveu às 17:00 em 13 de fevereiro de 2020:

    Cara Jennifer M. Câmara,

    Obrigado pelo comentário,

    Paulo Yokota

  63. Vanessa Ferreira
    63  escreveu às 17:46 em 9 de fevereiro de 2020:

    Yokota:

    Atualmente, o Carlos Ghosn está mais para o personagem Rolando Lero da Escolinha do Professor Raimundo do saudoso Chico Anysio. O brasileiro só fica “enrolando” os jornalistas tal como fazia o Rolando Lero.

  64. Paulo Yokota
    64  escreveu às 16:59 em 13 de fevereiro de 2020:

    Cara Vanessa Ferreira,

    Obrigado pelo comentário,

    Paulo Yokota

  65. Gilmar Dupret
    65  escreveu às 21:17 em 9 de fevereiro de 2020:

    Paulo,

    Ao ler as reportagens sobre os delitos praticados pelo Carlos Ghosn na Terra do Sol Nascente, sempre me lembro do bordão político brasileiro : “Rouba, mas faz”. Ele salvou a Nissan da falência, mas… Hoje, o ex-presidente da aliança Renault-Nissan-Mitsubishi está na lista da Interpol de procurados internacionais.

    Gilmar Dupret

  66. Paulo Yokota
    66  escreveu às 16:58 em 13 de fevereiro de 2020:

    Caro Gilmar Dupret,

    Obrigado pelo comentário,

    Paulo Yokota

  67. Júlio César
    67  escreveu às 22:37 em 9 de fevereiro de 2020:

    O Carlos Ghosn traiu quem o acolheu como um gênio e, ainda, ganhou status de herói, a ponto de ter a sua trajetória contada em mangás. O Sr. Ghosn perdeu o respeito e a credibilidade do povo do Japão, além do meu.

  68. Paulo Yokota
    68  escreveu às 16:56 em 13 de fevereiro de 2020:

    Caro Júlio César,

    Obrigado pelo comentário.

    Paulo Yokota

  69. Luana Gomes dos Santos
    69  escreveu às 06:51 em 10 de fevereiro de 2020:

    Sr. Yokota:

    Em qual país o “Le Cost Killer” nasceu? Pois é, mas o Carlos Ghosn é brasileiro! O município de Guajará-Mirim, estado de Rondônia, é a sua cidade natal.

    Desculpe-me, mas está explicado o motivo pelo qual ele se envolveu com corrupção no Japão.

  70. Paulo Yokota
    70  escreveu às 16:54 em 13 de fevereiro de 2020:

    Cara Luana Gomes dos Santos,

    Obrigado pelo comentário, ainda que não concorde com ele.

    Paulo Yokota

  71. Igor Gomes da Silva
    71  escreveu às 07:18 em 11 de fevereiro de 2020:

    Trata-se de brasileiro sendo brasileiro no Japão e no mundo! Cadeia para Carlos Ghosn!

  72. Paulo Yokota
    72  escreveu às 16:53 em 13 de fevereiro de 2020:

    Caro Igor Gomes da Silva,

    Obrigado pelo comentário.

    Paulo Yokota

  73. Oswaldo Garcia Jr.
    73  escreveu às 22:51 em 11 de fevereiro de 2020:

    Eu interpreto a fuga do Carlos Ghosn como uma confissão de culpa. Fazendo uma pueril gozação, até parece que ele seria acusado pelo Promotor de Justiça “MacGaren” e julgado pelo Magistrado “Satan Goss”. Como é sabido, o “Satan Goss” e o “MacGaren” – pai e filho – eram os vilões principais da série japonesa “Jaspion”, que foi exibida pela extinta TV Manchete. Aliás, só para completar a zombaria, segundo Ghosn, o mentor intelectual da sua queda foi o ex-CEO Hiroto Saikawa. Este último poderia ser o maléfico ninja Dokusai da série Jiraiya. É tudo tão surreal – a fuga e as alegações do ex-executivo tupiniquim – que só mesmo realizando algumas troças. Boa noite a todos!

  74. Paulo Yokota
    74  escreveu às 16:50 em 13 de fevereiro de 2020:

    Caro Oswaldo Garcia Jr.

    Obrigado pelo comentário.

    Paulo Yokota

  75. Caroline Azevedo