Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Japoneses no Lançamento de Pequenos Satélites

14 de agosto de 2017
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais e Notícias | Tags: , ,

clip_image002Como existe demanda para pequenos satélites em diversas partes do mundo, muitos países, inclusive o Japão, estão se organizando empresarialmente para explorar este mercado.

Foto de pequenos foguetes japoneses para lançar satélites de pequenas dimensões para finalidades variadas. Foto publicada no Nikkei Asian Review

Como a demanda de pequenos satélites para variados propósitos está aumentando em todo o mundo, muitos países estão ingressando neste mercado. A Índia já chegou a lançar simultaneamente, num único foguete, mais de uma centena de satélites, muitos de comunicações, mas também observações do que estaria ocorrendo em muitas áreas. Os Estados Unidos contam hoje com maior capacidade, mas o Japão está reunindo as empresas Canon Electronics, IHI Aerospace, Shimizu e o Development Bank of Japan para ingressar também neste mercado.

Um artigo sobre o assunto foi elaborado pelos jornalistas Miho Saito e Rimi Inomata e publicado no site do Nikkei Asian Review. Estes foguetes possuem capacidade para transportar um satélite de até 100 quilos. Os custos são modestos chegando a US$ 9,1 milhões e os japoneses esperam que sejam competitivos internacionalmente. Os foguetes a serem utilizados são menores do que os japoneses já possuem.

Os Estados Unidos projetam 460 satélites de 1 a 50 quilos cada até 2023, meta bem superior ao existente em 2016. O Brasil já tinha projetos para este mercado, mas os problemas ocorridos na base do lançamento de Alcântara, no Maranhão, acabaram prejudicando os programas.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: