Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Alta e Contemporânea Culinária Chinesa Com o Uso do Chá

24 de julho de 2012
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais, Gastronomia, Notícias, Saúde, webtown | Tags: , ,

Não se trata de novidade, mas sempre existem novas leituras criativas, como a sofisticada e delicada combinação de diversos tipos de chás na alta e contemporânea culinária chinesa. Tanto na forma de infusão como pelo uso das folhas com alimentos, nas variadas formas que são utilizadas como bebidas. A finalidade acaba sendo a mesma, ao facilitar a digestão com a absorção das gorduras. O texto completo pode ser encontrado, em inglês, nas paginas do China Daily, elaborado por Ye Jun, com ilustrações: http://usa.chinadaily.com.cn/life/2012-07/21/content_15605592.htm.

A matéria ressalta que estes pratos podem ser encontrados no Jewel Chinese Restaurant no Westin Beijing Financial Street, que conta com um menu de 16 pratos com 10 tipos diferentes de chá. O chef Cai Guangmin efetuou intensas pesquisas, absorvendo o que já havia de tradicional em diversas regiões chinesas como Hanzhou, Sichuan, Beijing, Fujian, Taiwan, sendo até objeto de pesquisas como no Departamento de Chá da Universidade de Zhejiang.

f04da2db112211743b842c

Sea bass is steamed with Xinyang maojian tea. Photos by Ye Jun / China Daily

O artigo explica que o uso do chá apresenta algumas dificuldades, pois seus sabores costumam ser suaves e delicados, sendo difícil captar inclusive suas fragrâncias, notadamente em alimentos quentes. Evidentemente, trata-se de iguarias adequadas para paladares sofisticados, treinados para apreciar todas as suas nuances. E os seus preparos demandaram longas pesquisas.

b8ac6f27ad271174ac5227

Salted tieguanyin (oolong) leaves are served with deep-fried shrimps at the restaurant

Alguns pratos são de peixes e utilizam chás de diversas origens e diferentes preparos, desde o verde até o preto, inclusive nas formas de folhas e algumas flores, como o de crisântemo. Alguns são mais conhecidos como o oolong e o pu’er, que podem ser encontrados em alguns estabelecimentos especializados no Brasil, notadamente em São Paulo. Mas eles acabam se diferenciando dependendo a região de sua procedência.

Estes chás também são utilizados com pratos de sabor marcado, como os que utilizam os patos, inclusive nas formas defumadas. Mas também em sopas tradicionais de frangos, que fazem parte da rica culinária chinesa. Igualmente em paladares que não são usuais no Ocidente, com o amargo-doce.

f04da2db112211743bde30

Stewed chicken with three cups sauce and pu’er tea, served at Jewel Chinese Restaurant in Beijing. Provided to China Daily

Existem também carnes preparados no conhecido wok, que costumam ser de cozimentos rápidos, para manterem os sabores das matérias-primas utilizadas. Com o uso do chá, os pratos acabam ficando mais leves e menos gordurosos.

O chef Cai informa que os benefícios do chá nos pratos acabam sendo os mesmos das bebidas, utilizando-se também na forma de pó. Zou Jun, diretor de uma empresa especializada em chá, informa que já em 1980 havia um conjunto completo de pratos usando chá em Taiwan. Nos anos noventa foram criados novos em várias regiões chinesas.

A culinária chinesa ampliou sua influência pelos países asiáticos, por exemplo, no Japão onde são conhecidos os usos do chá combinados com o arroz, e algumas conservas ou condimentos, que acabam sendo utilizados de forma semelhante às canjas, sendo recomendados para os que estão cansados ou ligeiramente resfriados, por combinarem amidos com os efeitos benéficos do chá. São reconfortantes.

É sempre interessante relembrar que na Ásia a alimentação se confunde com os medicamentos, destinados à manutenção da saúde.


Culinária Chinesa Recomendada por Especialista

27 de janeiro de 2012
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais, Gastronomia, Notícias, webtown | Tags: , ,

Com o título de Cozinha Cativante, o especialista chinês Ye Jun publicou no China Daily as suas melhores memórias degustativas de 2011, apresentando-as como sugestões para as comemorações do Ano Novo que tem como marca o Dragão. Entre as melhores lembranças do que apreciou no ano anterior, ele cita: um tipo de pastel com trufa negra, constante do cardápio de uma sala reservada do Park Hyatt Beijing; um bacalhau negro num molho de manteiga à STAY; uma língua picante na enguia do Meizhou Dongpo, entre os mais destacados.

001ec9790963108af19e4f001ec9790963108af19e50001ec9790963108af19e51

Língua picante de enguia / bacalhau negro / pastel de trufa negra

Leia o restante desse texto »


Migrações Internas na China

11 de outubro de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais, Notícias, webtown | Tags: , , ,

Todos sabem que o rápido desenvolvimento econômico ocorrido na China nas últimas décadas provoca problemas complexos que preocupam as autoridades daquele país, como expresso numa matéria publicada pelo Daily China, de autoria de Shan Juan. A população migrante chinesa está estimada em 221 milhões, ou cerca de 16,5% da população, muito superior a dos países de maior população no mundo.

Parte disto decorre da concentração das atividades industriais nos maiores centros urbanos localizados, principalmente, na costa litorânea e visando a exportação, que foi o fator que provocou o seu desenvolvimento. O meio rural onde viviam a parte majoritária desta população deslocou-se para o Leste e para os grandes centros urbanos, na procura de melhores condições de vida, que continuam precárias. Segundo as autoridades chinesas, 4,5% destes migrantes ganham menos de US$ 78 por mês, 27% menos de US$ 156,00 e 20% não encontram emprego, vivendo nas cidades.

roupas-penduradas-em-edificio-em-wuhan-provincia-de-hubei-na-china-1270754404165_615x300

Roupas penduradas em edifício em Wuhan, província de Hubei, na China: população rural vive de modo precário nas cidades

Leia o restante desse texto »


Interdependências das Duas Maiores Economias do Mundo

18 de agosto de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais, Notícias | Tags: , ,

Muitas pessoas nos Estados Unidos atribuem à China parte substancial das dificuldades por que passam, pois muitas das importações de produtos chineses eliminam empregos norte-americanos, e são estimulados por um câmbio extremamente desvalorizado do yuan. Para mostrar que o desenvolvimento chinês é importante também para os Estados Unidos, como para o resto do mundo, o jornal China Daily publica um artigo do empresário norte-americano Handol Jones, que mantém suas atividades no Vale do Silício, na Califórnia.

Entre outras coisas, o artigo menciona que a continuidade de uma economia chinesa forte é de interesse dos Estados Unidos, ainda que não seja uma garantia para a sua recuperação. Ele menciona muitas das reclamações de desemprego dos norte-americanos, mas que isto estaria evitando o problema real dos Estados Unidos construírem a sua própria economia. As causas principais seriam o enfraquecimento do dólar norte-americano que reduziu a capacidade de compra no país, sendo natural que o yuan venha aumentando o seu valor com a evolução da economia chinesa, tornando seus produtos mais caros para os consumidores norte- americanos.

LastScan

Leia o restante desse texto »


Origens da Maquiagem

5 de janeiro de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura | Tags: , ,

Parece difícil precisarem quando e onde se originou o uso da maquiagem, mas o China Daily publica um interessante artigo de Wen Yi informando que na Dinastia Tang (618 a 907AD) ela já era popular, compreendendo sete etapas que compreendiam o uso desde a base, coloração dos olhos e das faces até a aplicação das cores nos lábios. Escavações efetuadas encontraram máscaras de mais de 5.000 anos que mostram lábios já avermelhados, havendo indícios que poderiam ser mais antigos.

Certamente, algo semelhante ocorreu na Mesopotâmia e no Egito, pois foram encontrados objetos de adorno como colares de vidro, bem como uso de pinturas nos rostos, inclusive nas múmias preservadas. Na China, as pesquisas indicam que os chamados “bálsamos das bocas” eram usados não somente pelas mulheres como pelos homens, supondo-se que se destinavam a proteger contra ventos e temperaturas baixas.

00123fc5bdac0ba4152b05

Sete passos para maquiagem com cosméticos na China antiga

Leia o restante desse texto »


Tecnologias das Toilets Japonesas na Imprensa Chinesa

27 de agosto de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , , | 4 Comentários »

Muitos viajantes estrangeiros ficam impressionados com as toilets japonesas que exercem funções que não se encontram em outros países. O curioso é que um artigo no China Daily informa sobre os novos avanços, não somente para torná-los mais higiênicos como para auxiliarem na preservação da saúde, sendo exportados para outros países da Europa, Estados Unidos e Ásia. Informa-se que até o Brasil poderá dispor do seu uso.

Muitas inovações vieram sendo introduzidas ao longo do tempo. Os primeiros proporcionavam o aquecimento dos assentos, de forma que durante um inverno mais rigoroso não houvesse um desconforto no seu uso. Seguiram-se as trocas automáticas de coberturas plásticas, para segurança de diferentes usuários. Depois foram os jatos de água, com temperaturas e intensidades controladas, de forma a eliminar o uso dos “bidês”, permitindo a adequada higienização até daqueles que tinham algumas limitações físicas.

Toilet inteligente, fabricado pela Toto. Foto publicada no China Daily

Leia o restante desse texto »