Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Ampliação das Empresas Japonesas no Exterior

17 de fevereiro de 2015
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais, Notícias | Tags: , , , | 2 Comentários »

clip_image001O site da Nikkei Asian Review informa que a Japan Post está oferecendo US$ 5 bilhões para adquirir a Toll, tradicional empresa australiana de logística fundada em 1888 e que opera em 55 países e regiões.

A Toll australiana tem uma importante rede na Ásia que interessa à Japan Post

Leia o restante desse texto »


Reservas de Terras Raras Localizadas no Pacífico

5 de julho de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais, Notícias, webtown | Tags: , , , | 2 Comentários »

As notícias provenientes do Japão foram disseminadas rapidamente pelo mundo, pois as terras raras são minerais estratégicos cujas ofertas, no momento, estão concentradas em cerca de 90% nas produções chinesas, que restringem suas exportações e são utilizadas as altas tecnologias, principalmente voltadas para a microeletrônica. No entanto, os entendimentos para a sua exploração apresentam dificuldades de todas as ordens até se tornarem economicamente factíveis.

Os dados informam que os anúncios efetuados pelos técnicos japoneses, comandados pelo professor associado Yasuhiro Kato, da Universidade de Tokyo, numa pesquisa conjunta com uma agência governamental japonesa voltada para estes assuntos, foram transmitidos para a entidade britânica de credibilidade internacional, a Nature Geoscience. Os volumes potenciais são extremamente elevados, centenas de vezes maiores que as terrestres, mas devem exigir muitas pesquisas adicionais e tecnologias específicas, pois foram localizadas a grandes profundidades nas águas internacionais entre Havaí, dos Estados Unidos, e o Taiti, ainda dependente da França.

clip_image001

Terras raras localizadas no Japão

Leia o restante desse texto »


Convivendo Com Altas Temperaturas e Umidades

26 de julho de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Depoimentos | Tags: , , ,

O noticiário internacional está repleto de noticias sobre as altas temperaturas registradas no hemisfério norte, notadamente na Ásia. Muitas estão acompanhadas por elevadas umidades, principalmente nas cidades litorâneas como Tóquio e Xangai. Até um brasileiro, que vive numa região tropical, acaba estranhando este fenômeno que se prolonga por muito tempo, antecipando o período mais violento do verão que costumava ser em agosto. Acaba provocando até mortes, em quantidades expressivas, principalmente de idosos, pois as crianças estão mais assistidas pelos seus responsáveis, com uma hidratação adequada.

Além da falta de uma ventilação, a sensação de calor acaba sendo agravada pelo aquecimento do asfalto e dos prédios onde predomina o cimento. Como existe um controle do consumo de energia, mesmo nos locais que contam com ar-condicionado, existe um limite de temperatura mínima, principalmente nos ambientes que recebem multidões como as estações de metrô, nos edifícios, inclusive nos hotéis. Tudo isto acaba provocando uma letargia, estimulando as pessoas a se manterem resguardadas.

sombrinhas

Sombrinhas são indispensáveis no calor japonês

Leia o restante desse texto »


Cuidados Com as Estatísticas

12 de Maio de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais | Tags: , , ,

Na crise pela qual a economia mundial e a maioria dos países passam atualmente predomina uma forte ansiedade generalizada pelas melhoras que já começam a ocorrer. É como uma torcida, mais emocional que realista. Dados estatísticos setoriais e de algumas regiões registram bons crescimentos comparados com os mesmos períodos do ano passado, que foram péssimos.

Mas não se deve confundir estes resultados como a superação da crise, pois muitos deles continuam abaixo dos níveis atingidos no passado. São alvissareiras as recuperações que se observam, mas devem ser consideradas com cautela.

Leia o restante desse texto »


Interesses Asiáticos em Terras Aráveis

27 de abril de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais | Tags: , , | 2 Comentários »

Além dos problemas energéticos e acessos às matérias-primas, existem outros importantes relacionados com o fornecimento de produtos agropecuários para o atendimento das necessidades mundiais. Tanto para alimentação como para outras finalidades, que continuam crescendo em ritmo elevado. Países asiáticos, como constam das notícias de muitos jornais, estão procurando adquirir terras disponíveis, na África e na América do Sul.

Como terras cultiváveis passaram a ser estratégicas, é preciso que o Brasil reforce os controles previstos na Constituição, que até o momento não eram tão importantes. Governos estrangeiros e seus braços, como as estatais, só podem adquirir imóveis para seus consulados e embaixadas, que passam a ser considerados territórios estrangeiros. Já houve casos em que o governo brasileiro exigiu que instituições estrangeiras revertessem a situação, passando a ser considerados “anexos” dos consulados.

Leia o restante desse texto »